Nos braços da galerinha

Atriz conta que papel da bruxa Leocádia veio em um momento oportuno em sua carreira profissional

iG Minas Gerais | luana borges |

Kiko Cabral
undefined

Do alto de seus 43 anos de carreira, Tamara Taxman sabe exatamente o que quer. E levar uma rotina de trabalho mais tranquila está entre seus objetivos. Por isso, ela se identificou tanto com o esquema de gravações de “D.P.A. – Detetives do Prédio Azul”, série infantil do canal Gloob em que interpreta a bruxa Leocádia. “A gente grava em uma locação só durante três meses para 52 episódios. Lugar pequeno é bom porque você não tem distrações. É uma rotina mais prazerosa”, acredita ela, que participa desde a primeira temporada da produção – a quinta estreou no início do mês.

A oportunidade para integrar o elenco da série do canal pago surgiu na mesma época em que Tamara lançou o livro “Pé com Cabeça”, em homenagem às netas. O diretor André Pellenz a convidou para fazer alguns testes e acertar sua escalação. Apesar de se identificar com as crianças, a atriz nunca havia feito nada voltado para o público infantil. E se diverte com a repercussão nas ruas. “Algumas me olham atravessado de início por causa da bruxa que eu faço. Mas, como brinco muito, elas acabam me abraçando. Ou correndo para as mães”, entrega, aos risos.

Depois de acumular personagens importantes em tramas como “A História de Ana Raio e Zé Trovão” e “Água Viva”, de uns tempos para cá Tamara tem se dedicado apenas a participações especiais na televisão brasileira. Segundo ela, desta forma, consegue estar sempre disponível para as gravações de “D.P.A. – Detetives do Prédio Azul”. Mas a atriz não esconde que a personagem na série infantil veio a calhar na sua carreira. “Não tinha trabalho e as pessoas não sabem se comportar diante de alguém com um currículo extenso como o meu. Alguns te tratam com carinho, mas te dispensam. E outros nem tinham pensado em você porque achavam que você não estava trabalhando mais”, desabafa ela.

Preferências Ator: Nildo Parente e Tarcísio Meira Atriz: Nicette Bruno e Fernanda Montenegro Autor: Gilberto Braga Diretor: André Pellenz Interpretação memorável: Adriana Esteves como Carminha, em “Avenida Brasil” A que gosta de assistir: Séries norte-americanas, como “Game of Thrones”, “Castle” e “CSI” A que nunca assistiria: Reality show O que falta na televisão: Programas de cultura O que sobra na televisão: Tem muita besteira, fofoca... Coisas que não levam a nada

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave