Lusa diz respeitar liminar e nega que jogará Série B

Advogado reafirmou que time irá voltar para a série A e falou que Portuguesa saiu de campo por "ordem judicial", CBF ameaça rebaixamento à série C

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

SC - BRASILEIRÃO/SÉRIE B/JOINVILLE X PORTUGUESA - ESPORTES - Repórteres e fotógrafos cercam os   dirigentes da partida entre Joinville e   Portuguesa (SP), pelo Campeonato   Brasileiro da Série B, na Arena   Joinville, em Joinville, Santa Catarina   para saber que posição tomar, já que o   time paulista abandonou a partida   depois que chegou liminar que mantém o   clube na série A do Campeonato   Brasileiro.   18/04/2014 - Foto: MISTER SHADOW/ESTADÃO CONTEÚDO
ESTADÃO CONTEÚDO
SC - BRASILEIRÃO/SÉRIE B/JOINVILLE X PORTUGUESA - ESPORTES - Repórteres e fotógrafos cercam os dirigentes da partida entre Joinville e Portuguesa (SP), pelo Campeonato Brasileiro da Série B, na Arena Joinville, em Joinville, Santa Catarina para saber que posição tomar, já que o time paulista abandonou a partida depois que chegou liminar que mantém o clube na série A do Campeonato Brasileiro. 18/04/2014 - Foto: MISTER SHADOW/ESTADÃO CONTEÚDO

O advogado da Portuguesa, José Luiz Ferreira de Almeida, concedeu entrevista coletiva neste sábado para explicar os motivos da Lusa ter abandonado a partida contra o Joinville, sexta-feira. Ele deixou claro que o clube pretende respeitar a liminar do torcedor Renato Azevedo e que enquanto a situação não for definida, o time não vai jogar na Série B, mesmo podendo ser punido pelo STJD ou CBF.

"A Portuguesa vai voltar para a Série A. Isso é definitivo e é o que acreditamos. Cumprimos a determinação da CBF de entrar em campo pela Série B, mas a gente sabia que o jogo seria anulado. Quando o torcedor entrou com uma queixa-crime contra a CBF e contra a Portuguesa, entendemos que o time deveria sair de campo. Fizemos isso baseado em uma ordem judicial, algo que não se discute, se cumpre", disse o advogado.

Já o advogado da CBF, Carlos Miguel Aidar - que também é presidente do São Paulo - reafirmou que a Portuguesa dificilmente vai escapar de uma dura punição por ter deixado o campo. E ele ainda garante que até terça-feira consegue cassar a liminar e a Portuguesa terá que jogar na segunda rodada da Série B.

"A Portuguesa vai perder os pontos e obviamente vai perder. É certo que terá de pagar uma bela multa e ainda pode até ser eliminada da competição e jogar a Série C em 2015", avisou Aidar que em seguida, ponderou. "Mas acho que não será preciso chegar a tanto."  

Leia tudo sobre: portuguesasérie bjoinvillesérie aliminarjsutiçacbfrebaixamento