Vettel faz elogios e admite superioridade de Ricciardo

Alemão ficou com o terceiro melhor tempo, atrás do seu companheiro de Red Bull, que largará em segundo

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Vettel ainda está sentindo dificuldades para se adaptar ao carro
Red Bull Racing/Divulgação
Vettel ainda está sentindo dificuldades para se adaptar ao carro

Depois de um inesperado 10º lugar no grid do GP do Bahrein, Sebastian Vettel reagiu neste sábado ao obter o terceiro melhor tempo na classificação do GP da China. O alemão, no entanto, pouco comemorou o resultado porque ficou atrás do companheiro de Red Bull, Daniel Ricciardo - Lewis Hamilton, da Mercedes, vai largar na pole position.

Com o resultado, o atual tetracampeão da Fórmula 1 perdeu mais uma vez o duelo interno com o companheiro. Até agora, Vettel só conseguiu superar o australiano em apenas um dos quatro treinos classificatórios realizados nesta temporada.

Ciente das dificuldades encontradas neste ano, Vettel admite que Ricciardo vem fazendo trabalho melhor na temporada. "Estou tendo um pouco mais de dificuldade, mas no final do dia, nós temos o mesmo carro. Não há nenhuma diferença entre eles. Então, se ele consegue me superar, ele o faz na pista, de forma justa", afirma o alemão.

"Claro que não estou gostando disso, mas sei que tenho que fazer um trabalho melhor [para alcançar o companheiro]", diz Vettel, sem desmerecer o australiano. "Daniel está fazendo um grande trabalho. Ele não teve apenas um bom fim de semana. Ele parece estar conseguindo tirar o máximo do carro", aponta.

Motivado pelos bons resultados, Ricciardo reconhece que se adaptou rapidamente à Red Bull. "Eu não poderia ter me adaptado melhor aqui, para ser honesto. Eles me fizeram me sentir em casa muito rapidamente. Estou muito feliz pilotando aqui e parece que os resultados estão aparecendo. Estou satisfeito", comenta o australiano.

Com a boa reação da Red Bull nas últimas etapas, o piloto até acredita que poderá se aproximar da Mercedes neste domingo. "A equipe está reduzindo a diferença para eles e estamos ficando mais rápidos a cada corrida", afirma o dono da segunda colocação no grid do GP da China.  

Leia tudo sobre: vettelmercedesred bullricciardohamiltongp da china