Adilson evita lamentar baixas e elogia elenco vascaíno

Treinador afirma que vai passar confiança para quem for entrar contra o América, na estreia da série B

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O Vasco terá diversos desfalques para enfrentar o América-MG neste sábado, em São Januário, na estreia da Série B do Campeonato Brasileiro. São oito jogadores já confirmados como ausências ou ainda como dúvidas para a partidas, mas as baixas não assustam o técnico Adilson Batista. Pelo contrário, o treinador exaltou o elenco vascaíno e disse confiar nos substitutos.

"Faz parte da nossa profissão, acontece. Tivemos algumas lesões que não estavam dentro do planejamento e outras por trauma. O clube possui atletas que você pode recorrer e dar sequência. Não sou de ficar lamentando ausência, mas de passar confiança para quem vai entrar. Ainda aguardo as chegadas do Danilo e do Thalles para definir e fazer um time competitivo para vencer o América-MG", declarou.

O volante Guiñazu, com fratura no pé direito, e o zagueiro Rodrigo, com estiramento muscular, ficarão fora dos gramados por algumas semanas. Já o atacante Edmilson ainda não está plenamente recuperado da fisgada na coxa esquerda sofrida na primeira partida da final do Campeonato Carioca, enquanto que o também atacante Everton Costa segue hospitalizado em observação depois de sofrer uma arritmia cardíaca na partida contra o Resende, quarta, pela Copa do Brasil. Todos eles são desfalques certos.

Pedro Ken e Diego Renan se machucaram na partida de quarta-feira e ainda serão avaliados. Lorran, que se recupera de uma entorse no tornozelo esquerdo, e Bernardo, com dores no joelho, também são dúvidas. A boa novidade ficou por conta dos retornos de Danilo e Thalles, que passaram a semana treinando com a seleção brasileira sub-21, mas devem ir para o jogo.

Conhecedor da Série B, Adilson ressaltou o que será necessário para o Vasco fazer uma boa competição. "Conheço bem a competição pois dirigi o Avaí em 2002 e o Figueirense no ano passado. É diferente você trabalhar num campeonato onde todos vão se preparar para enfrentá-lo. A competição é um pouco mais corrida e desgastante. Todos buscam espaço para jogar num clube de Série A e usam a Série B para conquistar um espaço no mercado. Sabemos da grandeza do clube e todos vão se preparar para ganhar do Vasco. Temos que jogar com seriedade e se preparar para enfrentar os adversários."

Leia tudo sobre: adilson batistavascosérie bbrasileirãoaméricalesõesrodrigoguiñazu