Seguro contra lesão freia renovação de Alan Kardec

Empresário e pai do atacante garante que negociação está muito próxima de um desfecho positivo

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Em boa fase no Verdão, atacante revelou que recebeu propostas do Flamengo e Corinthians
Reprodução Facebook
Em boa fase no Verdão, atacante revelou que recebeu propostas do Flamengo e Corinthians

O acerto entre Alan Kardec e Palmeiras depende apenas de uma espécie de seguro para o jogador, caso ele sofra alguma lesão em campo. Quem garante que a conversa está perto de chegar a uma conclusão é o empresário e pai do jogador, que também se chama Alan Kardec. Apesar de restar apenas um detalhe para o acerto, o agente mostra preocupação.

"Ainda não acertamos, infelizmente. Temos pequenas, pequenas mesmo, diferenças, que eu acho que não seriam motivos para desistir do negócio. Ainda precisamos acertar uma questão do salário", disse o empresário do jogador. Uma possível lesão é o que mais preocupa.

"O Alan aceita o contrato de produtividade, mas e se ele se machuca em um jogo? Caso ele se machuque antes da gente acertar a renovação, será que o Palmeiras ainda vai querer ficar com ele? Queremos que o valor fixo do salário dele tenha números justos, que lhe permite trabalhar tranquilamente, sem se preocupar com isso", explicou o agente.

O atacante continua sem dar entrevistas. A última vez que falou foi na segunda-feira, durante a premiação aos melhores do Campeonato Paulista. "Claro que estou ansioso com a situação, mas vou torcer para dar tudo certo."

O Palmeiras tem exclusividade em negociar com o jogador até o dia 30. Depois dessa data, ele pode ouvir propostas de outros clubes e o contrato dele com o time alviverde vai até junho. Caso não acerte, ele terá que retornar ao Benfica, mas o pai do atacante já avisou que a chance dele ficar no Brasil, mesmo que não se acerte com o Palmeiras, é muito grande.

Leia tudo sobre: palmeirasalan kardecatacnaterenovaçãocontrato