Avacoelhada

iG Minas Gerais |

O América goleou o Manhuaçu, por 3 a 0, na cidade do adversário, pelo Mineiro sub-20, com gols de Renatinho, Guilherme e Sávio. O Coelhãozinho lidera o grupo B com 13 pontos. São quatro vitórias e um empate. O time fez 21 gols e sofreu três. Os artilheiros são Renatinho e Patrick, com quatro gols, Sávio e Guilherme, com três, Williams, com dois, e Messias, Xavier, Paulinho, Bruno Henrique e Renato Bruno, todos com um gol cada. Amanhã, às 15h, no CT Lanna Drumond, os comandados de Milagres enfrentam o time da Estrada Real. Provável escalação: Hugo; Danylo, Messias, Williams e Xavier; Paulinho, Christian, Renato e Renatinho; Patrick e Sávio. Os goleiros Hugo e Glauco têm total capacidade para integrar a equipe profissional. Assim, a contratação de Ygor Ryan, de 20 anos, que não foi aproveitado pelo Cruzeiro, deveria ter sido evitada.

A voz da Massa

Saudações alvinegras! Sobre o caso Anelka, o diretor Maluf já explicou tudo: o francês não cumpriu o prazo estipulado para chegar a BH, e o contrato foi cancelado. Maluf provou que a negociação não se concretizou por irresponsabilidade do atleta, e o presidente Kalil disse tudo o que pensava a respeito do jogador. Mas faltou dizer algo em nome da Massa. Então eu digo: “Vá plantar batatas, Anelka! O Galo não precisa de você!” Minha opinião sobre a qualidade do jogador não mudou – eu o considero um bom atleta –, mas Kalil agiu bem desistindo da contratação e deixando claro que a grandeza do Galo é maior do que a do atacante. Assim, não foi Anelka que rejeitou o Galo, mas o Galo que desistiu de Anelka. O Atlético Mineiro não é apenas o maior e mais tradicional clube de Minas e, sim, muito maior do que qualquer jogador ou quem quer que seja. Ficou claro isso?

A voz Celeste

Dos males o menor! Depois de estar perdendo e não mostrar reação, quando muitos torcedores estavam deixando o Mineirão, no popular ao apagar das luzes, conseguimos empatar o jogo e mostrar que estamos vivos na competição. Para mim, foi o gol do título, e os jogadores precisam abraçar essa ideia, nada de abaixar a cabeça e procurar problemas que não existem. Ficou claro que o cansaço prejudicou o nosso time. Estamos vindo de várias decisões, e o cansaço físico e psicológico é grande. Nem por isso posso deixar de apontar alguns erros, como colocar o Marlone faltando 15 minutos e deixar Júlio Baptista em campo sem fazer nada. Júlio é titular para justificar o alto salário. O garoto Mayke, com todo fôlego e potencial, ficando na reserva. Venho alertando sobre esses erros há muito tempo. Abraços ao amigo Angelo, diretor do Cruzeiro, e a todos de Rio Doce. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave