Planalto vai entrar na Justiça contra vídeo da Cemig

Governo federal argumenta que companhia energética utiliza propaganda com objetivo político

iG Minas Gerais | Guilherme Reis |

Vídeo da Aneel é resposta à Cemig e tenta explicar reajuste na tarifa
Reproducao / UOL
Vídeo da Aneel é resposta à Cemig e tenta explicar reajuste na tarifa

Depois da guerra de anúncios, o imbróglio entre a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) poderá se estender na Justiça. A Advocacia Geral da União (AGU) vai acionar o governo de Minas na Justiça Eleitoral por uso político da máquina pública e no Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) por propaganda enganosa.

De acordo com informações do Planalto, a presidente Dilma Rousseff (PT) não quer deixar que a propaganda Cemig, que culpa o governo federal pelo aumento de 14% da energia no Estado, cause desgaste político no segundo maior colégio eleitoral do país e que é a “casa” de seu possível rival nas urnas, o senador Aécio Neves (PSDB).

Os contra-ataques petistas à Cemig já estão se intensificando em Minas. O deputado federal Weliton Prado e seu irmão e deputado estadual, Elismar Prado, já acionaram a Procuradoria Geral da República (PGR) e o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio de representações, acusando a Cemig de abuso e de falta de transparência.

Resposta. A companhia informou que só vai se posicionar sobre um ação da AGU assim que ela existir, e ressaltou que o Tribunal Regional Eleitoral de Minas (TRE-MG) já negou uma liminar que apontava propaganda eleitoral, garantindo que o anúncio foi meramente institucional.

A companhia ainda explicou que estuda entrar com uma ação contra Weliton Prado pelas suas afirmações. “A Cemig já tem uma ação contra o parlamentar motivada por uma acusação de que a empresa maquiou seu próprio balanço. A Cemig entende que cabe mais uma ação”, diz a assessoria.

A Cemig também justificou o porquê do pedido de aumento da tarifa em 29%. “Os números foram passados em fevereiro, quando os dados não estavam fechados. A data-base da Cemig para apresentar as propostas para a Aneel termina no dia 8 de abril”, informa a assessoria.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave