Criança achada em máquina

iG Minas Gerais |

Álbum de família
undefined

RIO DE JANEIRO. Um garoto de 14 anos confessou ter matado o primo de 4 e colocado o corpo dele dentro da máquina de lavar roupa da casa dele, na favela do Sapateiro, no Complexo da Maré, na noite de quarta-feira.  

Segundo o delegado Delmir Gouveia, Caio Henrique Santos da Silva levou quatro facadas no peito depois de discutir com o primo por motivo ainda não divulgado. O delegado disse apenas que o garoto teve um “acesso de raiva”.

O corpo foi encontrado dentro da máquina de lavar da casa da família, amarrado e enrolado num edredom, pela irmã de Caio, Anne Karolina, 13. Ela contou que procurava uma bermuda limpa para vestir e foi até a máquina. “Quando puxei o pano, vi o pé dele. Levei um susto. Comecei a gritar”, contou. Avó de Caio, Maria de Lurdes Santos, 59, contou que o adolescente chegou à Baixa do Sapateiro à procura dos primos para brincar. “Todos sabíamos que era um garoto problemático. Ontem, estava brincando com meu neto à noite e, de repente, os dois sumiram. Quero justiça”, disse.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave