Cañete é afastado no São Paulo e vai treinar em Cotia

Jogador foi excluído após Muricy Ramalho decidir não utilizá-lo no Campeonato Brasileiro e deve ser emprestado para algum clube da Série A

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Cañete não conseguiu ser uma boa opção no ataque do São Paulo
DIVULGAÇÃO/SÃO PAULO
Cañete não conseguiu ser uma boa opção no ataque do São Paulo

O meia Marcelo Cañete seguiu os passos de Fabrício e Clemente Rodríguez e também está afastado e treinando em Cotia enquanto o São Paulo procura um clube para negociá-lo. O jogador foi excluído após Muricy Ramalho decidir não utilizá-lo no Campeonato Brasileiro e deve ser emprestado para algum clube da Série A. O Botafogo é um dos interessados.

Cañete era carta fora do baralho no início da temporada, mas Muricy resolveu dar uma oportunidade e gostou do seu empenho na pré-temporada. Entrou na estreia da equipe no Campeonato Paulista contra o Bragantino e só voltaria a ser chamado para o jogo contra o Botafogo, na última rodada do Estadual.

Contratado em 2011 por U$ 3 milhões (cerca de R$ 4,5 milhões na época), ele chegou com a fama de ser apontado o sucessor de Juan Román Riquelme no Boca Juniors e na seleção argentina. Logo em seus primeiros momentos, sofreu uma grave lesão no joelho e ficou mais de um ano sem jogar. No ano passado foi afastado por Ney Franco e emprestado para a Portuguesa, onde não vingou.

"Não tenho que opinar sobre isso, é uma decisão da direção e do treinador, temos que acatar. O ambiente não muda, temos que ser funcionários e obedientes. Ficamos chateados porque são amigos nossos, mas a decisão nós respeitamos e precisamos trabalhar muito para que isso um dia não venha a acontecer com a gente", disse o volante Souza, sobre os jogadores afastados.

Com o afastamento de Cañete, o São Paulo conta com Ganso e Boschilia de meias com características de armação no elenco. No início do ano, a diretoria tentou trocar Osvaldo com Wagner, do Fluminense, mas não teve sucesso.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave