Homem é carbonizado vivo após mexer com mulher de suspeito

Quatro homens atearam gasolina e fogo no corpo da vítima de 49 anos, que não resistiu aos ferimentos e morreu

iG Minas Gerais | LUCAS SIMÕES |

Um homem foi morto na tarde desta quinta-feira (17), após ser espancado e carbonizado por um grupo de quatro amigos, em Esmeraldas, na região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar (PM), a vítima José Maria de Paula, de 49 anos, teria mexido com a mulher de um dos suspeitos, que decidiu arquitetar um plano para matar o suposto rival.

A confusão começou na tarde desta quarta-feira (16), quando a vítima teria agarrado pelo braço a mulher de um dos suspeitos no meio da rua. Testemunhas relataram à PM que a vitima foi espancada próximo de casa, no bairro Residencial Caio Martins, por quatro homens -- sendo um deles negro, outro branco e outros dois morenos.

Após o espancamento, porém, os homens foram embora, mas prometeram voltar no dia seguinte para "terminar o serviço". Segundo  a mãe da vítima, na tarde desta quinta-feira, por volta de 13h15, os quatro homens foram até a casa de José Maria e, enquanto a vítima dormia, atearam gasolina e fogo no corpo dele, pela janela de seu quarto. Toda a cena foi presenciada pela mãe da vítima, segundo a PM.

JHouve um princípio de incêndio na casa, mas o fogo foi rapidamente controlado pelos próprios vizinhos. O rabecão da Polícia Civil ainda é aguardado no local do crime para a perícia ser feita. Os quatro suspeitos são moradores de Esmeraldas e ainda não foram localizados pela polícia.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave