Icasa tem liminar cassada pela CBF e volta para Série B

Time do Ceará entrou na Justiça Comum alegando que Figueirense escalou jogar irregular e não poderia ser promovido para a Série A

iG Minas Gerais | da redação |

Torcida do Icasa, agora, terá que torcer por clube na Série B
Divulgação/Icasa
Torcida do Icasa, agora, terá que torcer por clube na Série B

A edição do Campeonato Brasileiro deste ano tem tudo para entrar na história esportiva nacional como um dos mais manchados por erros jurídicos de clubes e da CBF. Após conseguir liminar na Justiça comum garantindo vaga na Série A, o Icasa, do Ceará, não teve a participação na elite do futebol garantida pela CBF. A Confederação ignorou a decisão judicial.

O Icasa briga na Justiça para jogar a Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro pois o Figueirense deveria perder seis pontos após escalar jogador irregular diante do América, na Série B do ano passado. 

A CBF acionou a 2ª Vara Cível da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, para cassar a limiar do Icasa, alegando que o caso não pode ser julgado pela Justiça Comum uma vez que não esgotou todas as instâncias da Justiça Esportiva.

Porém, a própria CBF, através de seu diretor de competições Virgílio Elísio, admite que o jogar Luan não poderia defender o Figueirense, por ainda ter contrato de empréstimo com o Metropolitano-SC. Ou seja, o jogador enfrentou o Coelho vinculado aos dois clubes.

O Campeonato Brasileiro começará neste final de semana com 20 equipes, com Fluminense na elite e a Lusa na Série B. O Icasa promete recorrer, ma o Figueirense se mantém tranquilo no assunto. A CBF teme qualquer mudança no calendário, pois afetaria a organização do Campeonato por completa, prejudicando torcedores, dirigentes e jogadores.

Leia tudo sobre: icasacbfliminarjustiçacassadacampeonato brasileiro séria a