Grupo Trama estreia espetáculo “Reflexos e Reflexões” na cidade

Montagem é feita com os alunos do projeto Jovens em Trama, que são moradores de Contagem, estudam em escolas municipais e foram selecionados no ano passado

iG Minas Gerais |

Alunos. Participantes do projeto Jovens em Trama fazem parte da montagem da peça
fabio schmidt/divulgação
Alunos. Participantes do projeto Jovens em Trama fazem parte da montagem da peça "Reflexos e Reflexões"

O Grupo Trama de Teatro está realizando, até o dia 30 de abril, em vários Educarte’s de Contagem, o espetáculo “Reflexos e Reflexões”. A peça é resultante da Oficina de Iniciação Teatral realizada, dentro da programação do Projeto Jovens em Trama, com jovens e adolescentes moradores da cidade.

O espetáculo propõe discussões sobre as causas e consequências do uso e abuso do álcool e outras drogas na sociedade atual. O roteiro da peça foi criado a partir de palestras e estudos sobre o tema, os quais foram realizados ao longo da oficina com os jovens participantes.

A história gira entorno de um grupo de alunos que realiza em um laboratório de pesquisas avançadas um estudo sobre as drogas na história da humanidade. Através de um portal do tempo, eles vivenciam cenas do passado, do presente e do futuro e têm a missão de interferir nos acontecimentos, recriando-os; reinventando-os ao seu olhar. A história pode ser mudada? Ao fim, o público é convidado a refletir sobre o seu papel nessa história.

Projeto Jovens em Trama

A oficina de Iniciação Teatral, cuja finalização é a apresentação do espetáculo “Reflexos e Reflexões”, faz parte da programação de atividades do Projeto Jovens em Trama.

Em setembro de 2013 foram selecionados, por meio de edital público, 19 jovens moradores de Contagem, estudantes de escolas públicas municipais, para participação na oficina. O objetivo central da oficina era proporcionar aos jovens um espaço para discussão sobre as causas e consequências do uso e abuso de álcool e outras drogas.

Durante cinco meses, esses jovens participaram de um intenso programa de capacitação que incluiu palestras com psicólogos da PUC Minas, além de uma vasta grade de disciplinas sobre o teatro: teatro e realidade, dramaturgia, expressão corporal, figurino, cenário e iluminação. Ao longo das aulas, os alunos puderam vivenciar todo o processo que precede à montagem de um espetáculo e puderam ter contato com diversos profissionais do teatro. As aulas privilegiaram suscitar nos alunos o exercício do pensamento e do entendimento da realidade.

“Para além das técnicas teatrais apreendidas, o mais importante é que esses jovens começaram a perceber o teatro como um importante canal de comunicação e de transformação social”, ressalta Carlos Henrique, responsável pela direção do espetáculo.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave