Político afirma que é pré-candidato

Apesar de sua candidatura neste ano estar ameaçada pela Lei da Ficha Limpa, Pinduca disse, em entrevista ao jornal O Tempo Betim, que é pré-candidato a deputado estadual

iG Minas Gerais | Lisley Alvarenga |

Pinduca enfrenta problemas com a Justiça desde 2008, quando, após representação feita no Ministério Público (MP) por presidentes de partidos aliados à ex-prefeita MDC (PT), o político foi condenado pela Justiça local por abuso de poder econômico. Essa mesma condenação resultou na impugnação de sua candidatura a vice-prefeito na chapa de Carlaile Pedrosa em 2012.

Apesar de sua candidatura neste ano estar ameaçada pela Lei da Ficha Limpa, Pinduca disse, em entrevista ao jornal O Tempo Betim, que é pré-candidato a deputado estadual. “Sou pré-candidato, sim. Todos os deputados fazem trabalho social, e por que só o que eu faço é condenado? A Justiça tem que investigar são os rolos na Petrobras e me deixar trabalhar. Em último caso, se não puder ser candidato, lançarei meu filho mais novo, Ivo Leandro Ferreira Caminhas”, ressaltou.

Novas denúncias

Reportagens veiculadas por órgãos de imprensa do Estado nesta semana denunciam que Pinduca continua transportando pessoas carentes gratuitamente do município para clínicas de fisioterapia e ginástica laboral.

Essas clínicas são administradas pela Associação dos Moradores dos Bairros Santa Cruz, Vila Cemig e Vila Jataí, que teria sido fundada pelo deputado em 2009. As denúncias afirmam ainda que nenhuma delas possui registro no Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional em Minas Gerais (Crefito-MG).

Sobre o assunto, Pinduca disse que apenas ajuda a associação com a destinação de verbas através de emendas parlamentares e ainda elogiou o trabalho realizado pela entidade nas clínicas.

“Se elas não possuem o registro eu não sei. Isso quem tem que saber é a associação, mas o trabalho realizado é excelente e ajuda cerca de 3.000 idosos por mês”, ressaltou Pinduca.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave