Aliados se reúnem em torno de Pimenta para mostrar união

iG Minas Gerais | Isabella Lacerda |

Um dia após circular a informação de que o ex-ministro Pimenta da Veiga (PSDB) desistiria de disputar o governo de Minas neste ano, o tucano se reuniu em Belo Horizonte com os presidentes de 18 partidos aliados e também com o governador de Minas, Alberto Pinto Coelho (PP), para discutir estratégias para a campanha.  

Mais do que sinalizar o apoio das legendas aliadas ao nome de Pimenta, a reunião no Palácio das Mangabeiras também serviu como uma demonstração à oposição. Após o encontro, todos os nomes ligados ao governo de Minas e ao PSDB garantiram que querem uma candidatura de Pimenta e que farão, a partir de agora, seguidos eventos pelo Estado para colocá-lo em evidência. “Todo mundo mostrou entusiasmo para ele. Temos visto um crescimento do nome do Pimenta. Sabemos que esses boatos foram criados pela oposição. Não há chance de uma desistência dele”, afirmou nesta quarta o presidente estadual do PSD, Alexandre Silveira.

Já a presidente estadual do PPS, Luzia Ferreira, garantiu que os partidos aliados já estão olhando para o futuro. “Estamos indo para frente. Foi uma reunião para estruturar a pré-campanha. Faremos eventos com a presença do Pimenta e um grupo político para discutir o rumo da campanha. Não estamos preocupados com as manobras da oposição”, disse.

O encontro também discutiu a composição da chapa para o governo. Já é consenso entre os dirigentes partidários que Dinis Pinheiro (PP) será o vice. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave