Fiat dá férias coletivas para 800 funcionários

Motivo seria queda na venda de veículos; 2.400 carros deixarão de ser produzidos

iG Minas Gerais | José Augusto |

Prejuízo. 
Com as férias coletivas, menos carros serão produzidos
Prejuízo. Com as férias coletivas, menos carros serão produzidos

A queda nas vendas de veículos – e, consequentemente, na produção de carros – registrada no primeiro trimestre deste ano levou as montadoras de todo o país a adotar medidas de contenção.

Em Betim, 800 funcionários da Fiat entraram de férias coletivas na segunda-feira (14), por 20 dias. Com isso, cerca de 2.400 carros de vários modelos deixarão de ser produzidos nesse período.

De acordo com a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), a produção de automóveis no Brasil no primeiro trimestre foi 8,4% menor do que o registrado no mesmo período de 2013. Já os emplacamentos de veículos caíram 2,1% no mesmo período. Com os pátios cheios, outras montadoras como a General Motors e a Mercedes-Benz também deram férias coletivas a 800 e 450 funcionários, respectivamente.

Para o presidente interino do Sindicato dos Metalúrgicos de Betim e região, Paulo Santos, uma das questões que contribuíram para a queda nas vendas foi o aumento dos juros. “O crédito ficou mais difícil com a elevação da taxa Selic, então, as vendas caíram. Outro ponto foi a elevação do preço dos veículos devido aos itens de segurança, como o freio ABS e o airbag”, completou.

Entretanto, Santos acredita que as férias coletivas das montadoras são uma maneira de pressionar o governo. “Como a previsão é que a alíquota do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) volte ao normal no meio do ano, acreditamos que as montadoras querem pressionar o governo com as férias coletivas para que ele mantenha a redução”, afirmou. Com a redução do IPI, o governo deixou de arrecadar R$ 11,8 bilhões.

Resposta

Em nota, a Fiat declarou que “cerca de 800 trabalhadores de um dos turnos da linha 4, que produz os modelos Bravo, Idea, Punto, Dobló e Linea, iniciaram na segunda (14) 20 dias de férias individuais programadas”.

Ainda segundo a montadora, a Fiat possui 4 linhas de produção e emprega diretamente 19,8 mil pessoas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave