Anunciada licitação para transporte sobre trilhos

Segundo o diretor da Metrominas, linha deverá ligar o Jardim Alterosas, em Betim, ao Novo Eldorado, em Contagem; edital vai contratar empresa para fazer o estudo técnico

iG Minas Gerais | DAYSE RESENDE |

Os levantamentos para a implantação de um transporte de passageiros sobre trilhos entre Betim e Contagem, uma das obras mais aguardadas pelos betinenses nas últimas décadas, estão previstos para começar ainda neste ano. No último sábado (12), a empresa Trem Metropolitano de Belo Horizonte (Metrominas), que esta ligada à Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop) do Governo do Estado, publicou aviso de licitação para a contratação de estudos de engenharia para fazer o projeto executivo.

A ideia, segundo o diretor executivo da Metrominas, Diogo Prosdocimi, é usar uma linha ferroviária já existente entre as cidades, que liga o bairro Jardim das Alterosas, em Betim, até o bairro Eldorado, em Contagem. “Nosso objetivo é conectar essa linha até a estação do metrô, possibilitando assim uma chegada mais rápida dos passageiros ao centro de Belo Horizonte”, afirmou.

A obra faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2, destinado à mobilidade urbana na região metropolitana de Belo Horizonte, que tem por objetivo requalificar e implantar sistemas estruturantes de transporte público coletivo.

Segundo Prosdocimi, o tipo de transporte que será utilizado dependerá dos resultados do estudo. “Pode ser um metrô, um Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), um trem metropolitano ou outros meios que forem adequados para a região”, disse.

Entre os itens que devem ser estudados estão a demanda de passageiros, as alternativas de traçado, a tecnologia que será utilizada, os projetos funcionais e básicos de engenharia – incluindo o planejamento das obras –, o licenciamento ambiental e o projeto de desapropriação de imóveis, caso seja necessário.

A abertura para o recebimento das propostas das empresas interessadas em fazer o projeto está marcada para o dia 16 de junho. A previsão é que os trabalhos sejam iniciados no segundo semestre de 2014. O prazo de execução é de um ano a partir da ordem de início.

Ainda de acordo com o diretor executivo da Metrominas, a previsão é que o novo sistema de transporte sobre trilhos que irá ligar os dois municípios tenha 20,5 quilômetros de extensão e oito estações. Um projeto executivo que foi elaborado na década de 80 deverá ser substituído nesta nova fase. “Já se passaram mais de 30 anos, e o projeto daquela época é inviável para os dias atuais. Muita coisa mudou. As cidades que serão beneficiadas cresceram muito. Por isso, tem que ser feito um novo estudo”, justificou Prosdocimi.De acordo com ele, o custo da obra só será conhecido ao fim da execução do projeto.

Frota A expectativa é que essa obra melhore significativamente o transporte público de Betim e da região metropolitana. De acordo com dados do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG), fornecidos pela assessoria de imprensa da prefeitura, Betim já tinha, em 2012, um automóvel para cada três habitantes, o que contribui para o caos no trânsito. A frota era de 146.590 veículos.

“Essa é uma obra que vai beneficiar diretamente a população de Betim e Contagem. Essa é uma solução de média e alta complexidade, que vai desafogar o fluxo intenso de carros na BR–381 e na Via Expressa”, destacou Prosdocimi.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave