Paes diz que entregará Deodoro no prazo para os Jogos

Prefeito do Rio de Janeiro minimizou greve dos operários e defendeu que cronograma está rigorosamente em dia

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O prefeito Eduardo Paes reiterou nesta quarta-feira que a organização dos Jogos Olímpicos do Rio vai conseguir entregar no prazo o Complexo de Deodoro, instalação mais atrasada na preparação para a Olimpíada de 2016. Segundo o prefeito, "não há margem para erro" nas obras do Complexo.

"Mas temos prazos e condições de entregar a tempo para os eventos testes", disse Paes, em evento que contou também com as participações do governador do Estado, Luiz Fernando Pezão, e do ministro do Esporte, Aldo Rebelo.

Paes também minimizou o fato de as obras do Parque Olímpico estarem paradas por conta de uma greve dos operários que se arrasta há duas semanas. "O cronograma está rigorosamente em dia", afirmou.

Sobre a vinda do diretor executivo do COI para os Jogos Olímpicos, Gilbert Felli, o prefeito classificou como normal. "Todas as vezes que ele vier ele será recebido pelos governos. Nosso relacionamento com o COI é muito bom, e será um prazer recebê-lo até para os presidentes das federações se acalmarem", disse.

E, fazendo menção indireta ao presidente da Federação Internacional de Tênis, Francesco Ricci Bitti, afirmou: "Os estádios serão entregues, mas eventualmente não com o luxo que queriam".

No evento, prefeitura e os governos do Estado e federal anunciaram gastos no total de R$ 24,1 bilhões para 24 de 27 projetos que foram chamados de "Plano de Políticas Públicas", definidos como legado dos Jogos Olímpicos. Com isso, o valor estimado para a Olimpíada do Rio já alcança R$ 36,7 bilhões.