Bombeiro suspeito de agredir grávida não compareceu para depor

Sargento seria ouvido às 15h, na 3ª Delegacia de Polícia Civil de Santa Luzia; motivo da ausência não foi informado

iG Minas Gerais | Bruna Carmona |

O sargento do Corpo de Bombeiros suspeito de agredir uma grávida em um supermercado de Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte, não compareceu à Delegacia para prestar depoimento nesta quarta-feira (16). De acordo com a Polícia Civil, ele seria ouvido na 3ª Delegacia de Polícia Civil de Santa Luzia, às 15h. O motivo da ausência não foi informado. Segundo o delegado Wilson Luiz de Oliveira, o suspeito será novamente intimado.

Na parte da manhã, a vítima e quatro testemunhas foram ouvidas na delegacia. Eles confirmaram a versão que dá conta de que o sargento teria discutido com a operadora de caixa antes da agressão. As imagens do circuito interno de TV do supermercado foram recolhidas pela Polícia Civil e entregues à perícia para análise.

De acordo com a corporação, uma audiência sobre o caso foi marcada no Juizado Especial de Santa Luzia. No entanto, a Polícia Civil não soube informar a data em que ela deve acontecer.

Leia tudo sobre: bombeirosuspeitográvidaagressãosanta luzia