Tevez diz que não quer ser convocado para a Copa 'por pressão'

Atacante vive boa temporada na Juventus, mas não tem tido chances com Alejandro Sabella na Argentina

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Tevez faz excelente temporada na Juventus e já anotou 18 gols no Campeonato Italiano
Reprodução/Facebook
Tevez faz excelente temporada na Juventus e já anotou 18 gols no Campeonato Italiano

A ausência de Carlitos Tevez nas convocações do técnico Alejandro Sabella tem gerado uma comoção popular na Argentina. Um protesto chegou a ser realizado por torcedores no início do mês, em Buenos Aires, pedindo a presença do atacante na seleção e a notícia chegou aos ouvidos do jogador. Ele agradeceu pelo apoio, mas garantiu que não gostaria de ser chamado para a Copa do Mundo apenas por pressão popular.

"Eu creio que ele (Sabella) está convencido que este é o plantel que deve convocar e está muito bem. Se tem que ganhar, o fará com suas convicções, não deve fazer o que não sente. Por isso, não quero que me convoque agora. Eu não fiz parte deste processo e não quero que se for me chamar seja por pressões de alguém", disse, em entrevista ao jornal argentino Crónica.

Tevez não é chamado pela seleção argentina desde a Copa América de 2011, quando o técnico ainda era Sergio Batista. O atacante nunca foi convocado por Alejandro Sabella, mesmo vivendo grande fase na Juventus desde o ano passado, mas negou qualquer tipo de problema com o treinador da seleção, com quem trabalhou no Corinthians, em 2005, quando Sabella era auxiliar do técnico Daniel Passarella.

"Estivemos juntos em minha passagem pelo Brasil, quando estive no Corinthians, e tivemos uma relação fantástica. Nunca tivemos nenhum problema e a relação era cordial, muito boa. Todo mundo me pergunta por que não estou (na seleção), mas não devo responder essa pergunta porque estaria desrespeitando o treinador. As coisas são como são e ponto", comentou.

O principal motivo para a ausência de Tevez na seleção seria um conflito com Lionel Messi, que impossibilitaria ambos de atuarem na mesma equipe. O atacante da Juventus, no entanto, desmentiu estes boatos divulgados na imprensa argentina e, mais do que isso, disse ter "uma relação nota 10" com o astro do Barcelona.

"Não sei de onde tiraram tamanha barbaridade! Todo mundo está publicando, mas a verdade é que tenho uma relação nota 10 com o Messi. Compartilhamos momentos, treinos, partidas e nunca tivemos uma diferença. É uma pessoa agradável e muito educada. Este deveria ser seu Mundial e eu desejo isso de coração, porque é um jogador maravilhoso", elogiou Tevez.

Leia tudo sobre: tevezfutebolesporteargentinacopa do mundoalejandro sabella