Governo italiano pretende vender 'ilha amaldiçoada' perto de Veneza

Guerras, mortes e experimentos: a Ilha de Poveglia coleciona história macabras; plano é atrair investidores para construir hotel de luxo

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Esperança dos governantes é que investidores atraídos construam um hotel de luxo
Divulgação
Esperança dos governantes é que investidores atraídos construam um hotel de luxo

O governo da Itália colocou em leilão uma ilha 'assombrada' pela própria história. Isso porque a Ilha de Poveglia, região próxima a cidade turística de Veneza, foi palco de um dos cenários mais sangrentos e sombrios do século XVI, onde combates entre turcos e otomanos aconteceram e mais de 100 mil pessoas morreram confinadas durante a peste negra, que dizimou grande parte da população europeia.

Além da história medieval trágica, no último século um médico fundou, na própria ilha, um sanatório de louco onde os próprios pacientes eram lobotomizados e mortos. 

A estratégia de venda da ilha serve como uma tentativa do governo de recuperar finanças do país, principalmente ao se desfazer de ativos estatais. A esperança dos governantes é que investidores atraídos construam um hotel de luxo. 

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave