Idoso é executado dois dias após ser ameaçado de morte pelo vizinho

Homem foi encontrado com quatro tiros na cabeça no quintal de casa; ninguém foi preso

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

A Polícia Civil vai investigar a morte de um homem de 60 anos que foi executado com quatro tiros na cabeça, na madrugada desta quarta-feira (16), em Igarapé, na região metropolitana de Belo Horizonte. A vítima tinha problemas com um vizinho e foi ameaçado de morte dois dias antes do homicídio.

A Polícia Militar foi acionada pela companheira de Paulo José Tito após a dona de casa sentir falta do marido na cama. Ao chegar no quintal do imóvel, no bairro Turquesa, onde o idoso costumava tratar das galinhas, encontrou a vítima sem vida.

Ainda segundo a mulher, Tito constantemente tinha problemas com um dos moradores da rua que, há cerca de seis meses, teria tentado matá-lo. Por esse motivo, ainda conforme familiares, o aposentado tinha medo de abrir o portão de casa para qualquer pessoa.

Um outro vizinho contou à polícia que, na última segunda-feira (14), o amigo do desafeto de Tiito fez as ameaças em nome do outro homem. No entanto, a testemunha não garantiu se as duas situações têm ligação.

Após os trabalhos da perícia, o corpo de Tito foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) da capital mineira. Ninguém foi preso.

Leia tudo sobre: IGARAPÉVIZINHOBRIGA