Mulher é morta em BH ao sair de casa para retirar queixa contra marido

Bandidos invadiram o ônibus que a vítima estava e exigiram que ela descesse; companheiro da dona de casa estava com ela, mas não foi atingido

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Uma mulher de 34 anos foi assassinada com cinco tiros na cabeça, nessa terça-feira (15), no bairro Floramar, na região Norte de Belo Horizonte, no momento em que estava a caminho da delegacia para retirar uma queixa policial contra o marido. O homem, que estava com a vítima, não foi atingido.

De acordo com a Polícia Militar, Andreia Antônio Gonçalves da Rocha estava dentro de um ônibus, na avenida Professora Gabriela Varela, com o companheiro quando homens armados invadiram o coletivo e ordenaram que os dois descessem.

Na versão da testemunha, os atiradores mandaram que ele e a mulher corressem. Nesse momento, o homem escutou os disparos. Andreia morreu na hora. O companheiro da dona de casa contou aos militares do 13º Batalhão que, em data anterior, a mulher registrou um boletim de ocorrência contra ele por lesão corporal e, inclusive, tinha uma medida protetiva a seu favor. No entanto, a vítima resolveu retirar a queixa.

Policiais fizeram rastreamento na região, mas nenhum suspeito foi identificado ou localizado. O marido de Andreia foi encaminhado à delegacia para prestar esclarecimentos. Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, ele foi ouvido e liberado. A ocorrência foi encerrada na delegacia de Venda Nova.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave