Grupo de amigos recriam clássicos refrões de pagodes no Facebook

Eles fazem paródias com as letras de hits dos anos 90 com toque divertido que, segundo eles, são mais coerentes com a vida real; a página leva o nome de: Pagodes Funcionais

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Um grupo de amigos no Twitter resolveu parodiar grandes refrões do pagode dos anos 90, e brincar com eles tentando fazê-los ter algum sentido. Foi daí que nasceu uma das páginas mais divertidas do Facebook neste 2014 até agora, a Pagodes Funcionais.

Lembra de “Marrom Bombom”, o one-hit wonder d’Os Morenos? Então…

O amante apaixonado de “Tá Vendo Aquela Lua”, do Exaltasamba, deu lugar a um cara muito… racional

E o “Segura o Tchan”, do grupo de axé baiano É o Tchan, virou um hino da família feliz.

Outro clássico do Exaltasamba, “Aí Foi Que o Barraco Desabou”, virou crítica social…

Bárbara, dona da conta @bbbrinks no Twitter, conta que a história começou como uma piada interna.

“Foi uma piada interna porque na verdade, não existe nada normal, né? A vida de ninguém é normal. E é isso que as letras de pagode mostram. Especialmente as românticas. E nós estávamos lá, transformando letras que, aparentemente não tinham sentido, em algo mais coerente, “funcional”. Mas a vida de quem é funcional?”, explica ela.

Ela ainda diz que o pagode marcou muito a geração dos anos 90 “porque as letras apresentam uns lances inesperados, né? Uns papo mole, que ninguém cai, como: “Tô fazendo amor com outra pessoa, mas meu coração vai ser pra sempre seu.”? Por favor, né?”.

Além dela, “a Thais (@thaisss), o Claudio (@chevaz), e a Aurélia (@lellaneves)”, como apresenta a Bárbara, tomam conta da página, que hoje recebe muitas sugestões de seus mais de 7 mil fãs.

Ela conta ainda que o grupo não liga muito para rótulos, e já começou a brincar com letras de axé e sertanejo. “O critério é o que fizer a gente rir”. Salve a zoeira, Bárbara.

Como ninguém é de ferro, nada melhor que acabar esse post lembrando outro clássico do pagode, “Cheia de Manias”. Leitor, me ajuda a segurar a barra que é essa zoeira sem limites?

Leia tudo sobre: pagodetwitterfacebook