Dilma erra sobre obra e nome de cidade

iG Minas Gerais |

São Gonçalo, RJ. A presidente Dilma Rousseff (PT) cometeu três erros em discursos durante inauguração de apartamentos do Minha Casa, Minha Vida, em São Gonçalo, no Rio de Janeiro.  

Dilma definiu o município como “a maior cidade da Baixada Fluminense”, região à qual não pertence a cidade. A petista entregou 720 unidades do programa habitacional e listou no palanque os investimentos do governo federal na cidade pelo programa Mais Médicos, Prouni e obras de pavimentação, bandeiras da futura campanha de reeleição à Presidência.

Ao falar da linha 3 do metrô, que vai ligar Itaboraí, São Gonçalo e Niterói, disse que o monotrilho iria até o Rio de Janeiro, o que não está previsto no projeto atual e confundiu o nome de Itaboraí, incluído no projeto, com Itaguaí, município que fica do outro lado da baía de Guanabara.

“A linha 3 do monotrilho vai ligar toda uma região, inclusive a capital, a cidade do Rio de Janeiro, e vai chegar até Itaguaí”, disse.

Ao ser alertada pelo governador fluminense Luiz Fernando Pezão (PMDB), corrigiu. “É até Niterói? Não? É Itaboraí! Parecido com Itaguaí. Tem hora que eu esqueço, gente. Tem dó”, disse a presidente no palanque.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave