Boatos apontam desistência de Pimenta da Veiga

PSDB desmente informação de que ex-ministro não manterá seu nome na disputa pelo governo

iG Minas Gerais | Lucas Pavanelli |

Negativa. O PSDB descarta qualquer possibilidade de saída de Pimenta da Veiga da chapa tucana
Joao Godinho / O Tempo 14.04.201
Negativa. O PSDB descarta qualquer possibilidade de saída de Pimenta da Veiga da chapa tucana

Depois de ter sido indiciado pela Polícia Federal por suspeita de lavagem de dinheiro e ter seu nome envolvido com o empresário Marcos Valério, o ex-ministro Pimenta da Veiga (PSDB) vê sua pré-candidatura ser alvo de uma série de boatos. Nessa terça, lideranças tucanas correram para desmentir uma informação de bastidores de que Pimenta desistiria da disputa.

Fontes próximas ao PSDB, de forma anônima, informaram que Pimenta poderia anunciar a desistência de sua candidatura a qualquer momento. Elas ainda revelaram que o evento realizado nessa terça para empresários teria demonstrado uma insatisfação da categoria com a candidatura do tucano. A avaliação interna do PSDB seria de que a pré-campanha já estaria perdendo adesão.

Mas o deputado João Vítor Xavier, um dos coordenadores da pré-campanha de Pimenta, desmentiu todas as informações. Ele ainda ironizou: “a possibilidade de Pimenta da Veiga desistir é a mesma de o PSDB apoiar a candidatura de Fernando Pimentel ao governo de Minas”.

Segundo Xavier, não há nenhum dado novo que possa justificar uma desistência. “Não existe nada. O que tem é uma plantação de informações. Estão tentando criar um fato político, requentando histórias. Estão tentando transformar o Brasil em Venezuela. Isso é estado de exceção”, declarou.

Questionado sobre as origens do boato, o parlamentar respondeu que “tem plantação de informação de todos os lados” e não somente na oposição ao PSDB. Ele disse ainda que nenhuma estratégia de desestabilizar a campanha do ex-ministro vai dar certo. “As informações que temos são muito positivas. Pesquisas internas mostram bons resultados. Não há motivo para a desistência”, declarou.

Pimenta da Veiga não respondeu às ligações da reportagem até o fechamento dessa edição. O presidente do PSDB, deputado Marcus Pestana, está na Europa e também não atendeu o telefone.

Uma eventual retirada de Pimenta do jogo eleitoral abriria espaço para que o atual governador Alberto Pinto Coelho (PP) se candidatasse à reeleição.

O sonho do PSDB é que o peso de uma candidatura no segundo colégio eleitoral do país seja suficiente para que o partido de Pinto Coelho fosse atraído para a chapa do pré-candidato à Presidência, Aécio Neves.

Nacional

Vice. A possibilidade de Alberto Pinto Coelho se candidatar à reeleição, diante de uma eventual desistência de Pimenta da Veiga, reforça a hipótese de a senadora Ana Amélia ocupar a vaga de vice de Aécio.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave