Uma vida em três filmes

iG Minas Gerais | Daniel Oliveira |

Infância. Subir Banerjee, de “A Canção da Estrada”, é o primeiro dos três atores que interpretam Apu
Sony Pictures Classics/Photofest
Infância. Subir Banerjee, de “A Canção da Estrada”, é o primeiro dos três atores que interpretam Apu

“Não ter visto os filmes de Ray é como ter vivido no mundo sem jamais ter visto a lua e o sol”. Quem disse isso a respeito da obra do indiano Satyajit Ray, considerado um dos grandes diretores da história do cinema, foi ninguém menos que Akira Kurosawa.

Os belo-horizontinos que quiserem seguir a recomendação do mestre japonês terão uma chance de conhecer um dos principais trabalhos do cineasta indiano a partir de hoje no Sesc Palladium. Uma mostra especial da chamada Trilogia de Apu começa às 18h, com o primeiro capítulo “A Canção da Estrada”, e será exibida na íntegra três vezes, até o próximo domingo.

Completada por “O Invencível” e “O Mundo de Apu”, a trilogia é baseada na série de livros semiautobiográficos do escritor Bibhutibhushan Bandyopadhyay. A saga acompanha o Apu do título, desde a infância pobre em Calcutá, passando pela universidade no segundo longa e o trágico casamento no terceiro.

“A Canção da Estrada”, de 1955, foi o primeiro longa da carreira de Ray. Fortemente influenciado por “Ladrão de Bicicletas”, de Vittorio de Sica, o filme demorou cinco anos para ser finalizado, devido à falta de recursos. A estreia aconteceu em Cannes, onde ele concorreu à Palma de Ouro e recebeu o prêmio de Melhor Documento Humano no festival.

Com a aclamação de crítica e público do primeiro longa, “O Invencível” veio no ano seguinte, em 1956, e venceu o Leão de Ouro no Festival de Veneza. Ray faria dois outros filmes antes de completar a trilogia, em 1959, com “O Mundo de Apu”.

Filho de um poeta e escritor indiano, Satyajit Ray nasceu em 1921. Seu último longa, “O Estrangeiro”, foi lançado em 1991, um ano antes de sua morte. Além de diretor, Ray era crítico, designer gráfico e escreveu várias crônicas de ficção científica, que até hoje são adaptadas para o cinema.

Agenda

O que. A Trilogia de Apu

Quando. Desta quarta a domingo

Onde. Sesc Palladium (avenida Augusto de Lima, 410, centro)

Quanto. Entrada franca

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave