Suspeito de agredir grávida em supermercado deve ser ouvido na quarta

Intimações para as testemunhas foram entregues nesta terça-feira; vítima já passou por exame de corpo de delito

iG Minas Gerais | Bruna Carmona |

Deve ser ouvido nesta quarta-feira (16), o sargento do Corpo de Bombeiros suspeito de agredir uma grávida em um supermercado de Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Civil, as intimações para que o suspeito, a vítima e as testemunhas compareçam à delegacia foram enviadas na tarde desta terça-feira (15). O caso será investigado pelo delegado Wilson Luiz de Oliveira, da 3ª Delegacia de Polícia Civil de Santa Luzia.

Na tarde dessa terça-feira (14), o homem teria discutido com a moça, que trabalha como operadora de caixa no estabelecimento, depois que ela o informou que o terminal estava fechado e que ele deveria pagar suas compras em outro caixa. O caso foi levado para a Delegacia de Plantão de Santa Luzia e o delegado responsável registrou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Segundo a Polícia Civil, uma audiência já foi marcada no Juizado Especial do município.

A jovem agredida, Bárbara Bruna Barbosa, de 21 anos, fez exame de corpo de delito nesta terça-feira, no Instituto Médico Legal (IML) de Santa Luzia. A reportagem de O TEMPO procurou o Corpo de Bombeiros para obter um posicionamento sobre o caso pelo segundo dia seguido, porém, a assessoria de imprensa da corporação não atendeu às ligações.  

Leia tudo sobre: bombeiroagrediragridegrávidasanta luzia