Problemas sociais fazem jornalista dinamarquês disistir de cobrir Copa

Mikkel Jensen chegou no Brasil em setembro de 2013 e se deparou com violência e corrupção no país

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Jornalista da Dinamarca não mostrou o rosto, mas deixou uma mensagem
Arquivo pessoal
Jornalista da Dinamarca não mostrou o rosto, mas deixou uma mensagem
O jornalista dinamarquês Mikkel Jensen queria cobrir a Copa do Mundo no Brasil, mas desistiu ao decepcionar-se com os problemas sociais do país.   Ele chegou ao Brasil em setembro de 2013, estudou português e pesquisou sobre o país. Em viagem a Fortaleza, se deparou com a violência, corrupção, remoção de pessoas e fechamento de projetos sociais.   "Falei com algumas pessoas que me colocaram em contato com crianças da rua, e fiquei sabendo que algumas estão desaparecidas. Muitas vezes, são mortas quando estão dormindo à noite em área com muitos turistas. Por quê? Para deixar a cidade limpa para os gringos e a imprensa internacional? Por causa de mim?, disse em depoimento publicado no jornal Tribuna do Ceará.   O texto só veio a público após a volta do jornalista para a Dinamarca.

Leia tudo sobre: Copa do Mundo