Vereadores tentam, de novo, criar CPI do transporte público

São necessários 14 parlamentares favoráveis para que a CPI seja instalada e apenas oito assinaturas estariam garantidas – a Casa tem 41 políticos

iG Minas Gerais | Joana Suarez |

Vereadores da capital começaram na última segunda-feira (14) a coletar assinaturas para instaurar Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre o transporte público na capital. São necessários 14 parlamentares favoráveis para que a CPI seja instalada – a Casa tem 41. Em 2013, apenas dez políticos aderiram ao movimento que tentou iniciar a apuração.

Oito assinaturas estariam garantidas, com apoio de PT, PCdoB e PMDB, segundo o vereador Pedro Patrus (PT). “Não vai ser fácil chegar às 14 assinaturas, mas essa CPI é importante e tem que ser feita, porque temos a auditoria nas contas das empresas de ônibus e o aumento da passagem”, destacou.

Segundo ele, a CPI duraria cerca de 30 dias, mesmo tempo que o Ministério Público pediu para analisar a auditoria.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave