Corpo de garoto encontrado após 11 dias desaparecido é velado

Última vez que a família viu a criança foi no dia 4 de abril, quando ela havia pedido para dormir na casa de um amigo e não retornou na data prevista; foram presos preventivamente o pai do garoto, a madrasta e uma amiga dela, por prestarem depoimento contraditórios à polícia

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Acontece desde a manhã desta terça-feira (15) o velório do garoto Bernardo Uglione Boldrini, de 11 anos, desaparecido há 11 dias. O paradeiro do garoto era desconhecido desde o dia 4 de abril. Nessa segunda-feira (14), o corpo do garoto foi encontrado morto e enterrado em Frederico Westphalen, a 80 quilômetros de distância de Três Passos, no Rio Grande do Sul, onde morava com a família. Amigos, familiares e pessoas que se comoveram com a história passaram a tarde no Ginásio do Colégio Ipiranga, onde ele estudava e onde acontece o velório.

A expectativa é de que o corpo seja levado ainda nesta terça para a cidade de Santa Maria, onde será velado durante a madrugada nas capelas mortuárias do Hospital de Caridade. Em seguida sepultado no Cemitério Ecumênico Municipal de Santa Maria ao lado do corpo da manhã que morreu há quatro anos. 

Foram presos preventivamente o pai do garoto, a madrasta e uma amiga dela, por prestarem depoimento contraditórios à  polícia. 

Entenda 

A criança foi até a cidade de Frederico Westphalen no dia 4 de abril com a madrasta para comprar uma televisão. Quando voltaram para a cidade de Três Passos a criança informou ao pai que iria passar o fim de semana na casa de um amigo, como não retornou na data prevista a polícia foi acionada.

A criança estava desaparecida desde o dia 4. O corpo foi encontrado na cidade de Frederico Westphalen, a 80 quilômetros de distância do município em que morava com os pais. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave