Google compra Titan, empresa de drones pretendida pelo Facebook

Gigante não informou valores sobre transação, mas garantiu que objetivo é levar internet a locais remotos do globo, como já tenta em seu Projeto Loon

iG Minas Gerais | Da Redação |

Empresa fica no Novo México e, por enquanto, seus funcionários não serão realocados
Titan/Reprodução
Empresa fica no Novo México e, por enquanto, seus funcionários não serão realocados

A Google anunciou que comprou a Titan Aerospace, fabricante de drones movidos à energia solar que era do interesse do Facebook, de Mark Zuckerberg. Com a aquisição, a ideia é disponibilizar acesso à internet em partes remotas do mundo.

Segundo o "Wall Street Journal", a companhia não revelou o preço de compra, mas o Facebook estava negociando a Titan por US$ 60 milhões. A rede social comprou, por US$ 20 milhões, a Ascenta, companhia do Reino Unido que também produz drones.

Os 20 funcionários da Titan, incluindo o presidente Vern Raburn, seguem trabalhando no Novo México (EUA), mas devem se aproximar da equipe do Projeto Loon, experimento com uma pequena rede de balões que a Google testa no hemisfério sul também com a ideia de garantir acesso à internet. 

"Ainda é o princípio, mas os satélites poderiam levar o acesso à internet a milhões de pessoas e colaboraria na solução de outros problemas, incluindo o alívio de desastres e danos ambientais, como o desmatamento", afirmou um porta-voz da Google à imprensa norte-americana.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave