Adolescente é morto após ser confundido com bandido em Itabirito

Suspeito disse que confundiu alvo e vítima por causa das características físicas; dois jovens que também teriam participado do crime foram presos em Belo Horizonte

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

A Polícia Militar prendeu na madrugada desta terça-feira (15) três homens suspeitos de envolvimento na morte de adolescente de 16 anos em Itabirito, na região Central do Estado. A vítima morreu após ser confundida com um criminoso da região.

De acordo com a corporação, nessa segunda-feira (14),  Mateus Januário Silva Marques estava em uma praça da rua Coronel Jacintinho, no bairro Praia, quando foi abordado por Jefferson Vinícius Silva Soares, de 18, Thalisson Romão da Silva, de 19, e Gustavo Bruno Braga, de 26. Sem dizer nada, Braga atirou na cabeça do menor, que morreu na hora.

Após o crime, o trio fugiu em um Polo de cor verde, que foi abandonado em seguida. Durante rastreamento na região, Braga foi localizado e confessou o crime. Segundo ele, os tiros eram para um homem identificado como “Vítor” por causa de um acerto de contas referente ao tráfico de drogas da região.

No entanto, o atirador confundia as características físicas do alvo com a da vítima e atirou sem ter certeza se era Vítor. Após conversa com o suspeito, militares de Itabirito descobriram que Soares e  Silva, após o homicídio, pegaram um táxi e seguiram para Belo Horizonte.

Horas depois, os jovens foram localizados em um beco próximo à avenida Barão Homem de Melo, no bairro Jardim América, na região Oeste da capital. Eles estavam com uma mulher identificada como Ingrid.

A princípio, os homens tentaram passar nomes falsos para os militares do 22º Batalhão, mas a farsa foi descoberta. Com o trio a polícia apreendeu 78 pedras de crack, cocaína, maconha, armas calibre 22 e 32, celulares e R$ 340 em dinheiro.

Todos os suspeitos foram levados para a delegacia de Itabirito. 

Leia tudo sobre: itabiritobaleadoconfundido