Caixas eletrônicos de prefeituras do Estado são alvos de bandidos

Em Uberaba, no Triângulo Mineiro, criminosos renderam três guardas municipais durante a ação; os criminosos ainda não foram identificados

iG Minas Gerais | CAMILA KIFER |

Caixas eletrônicos continuam sendo alvos de ações de bandidos, porém, agora, os criminosos procuram os que estão instalados dentro de prefeituras do interior de Minas Gerais. Entre a madrugada de domingo (13) e a manhã desta segunda-feira (14), pelo menos dois caixas foram arrombados no Estado.

Em Uberaba, no Triângulo Mineiro, o crime aconteceu por volta de 3h de domingo, no prédio da prefeitura localizado na rua Dom Luiz Maria Santana, no bairro Santa Marta. Os quatro suspeitos renderam um guarda municipal e dois vigias que fazem a vigilância do local e conseguiram entrar no prédio.

Conforme a Polícia Militar (PM), os guardas relataram que os suspeitos estavam utilizando um rádio da polícia para monitorar a ação dos militares. Um maçarico foi usado para arrombar um caixa. Ainda não se sabe o valor levado na ação.

O alarme da prefeitura tocou e os bandidos deixaram o local, mas, antes, levaram toda a rouba dos guardas municipais. Um vigia chegou a ser agredido e precisou receber atendimento médico em uma Unidade de Pronto-Atendimento do bairro São Benedito. As imagens de monitoramento do prédio serão usadas para identificar os suspeitos, de acordo com o cabo Vinícius Caetano.

De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, essa foi a primeira vez que o local foi invadido para ação em caixas eletrônicos. Os bandidos não chegaram a arrombar nenhuma porta do prédio.   

Já em São João Batista do Glória, no Sul de Minas, o alarme da prefeitura acionou a polícia, às 3h30 da madrugada desta segunda, assim que bandidos entraram no prédio localizado na praça Belo Horizonte, no centro da cidade.

Conforme a policia, os criminosos chegaram a explodir o caixa, porém, perceberam que a PM havia sido acionada e fugiram sem levar nada. Uma moradora da região percebeu a ação e contou para a polícia que os suspeitos estavam em dois carros escuros.   Os militares ainda não tiveram acesso as imagens do sistema de monitoramento do local. Mas, segundo a polícia, o vídeo será analisado ainda nesta segunda para tentar identificar os suspeitos.

Neste caso, a polícia não soube informar se havia algum vigia no local e se a prefeitura teve alguma porta danificada durante a ação.  

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave