Pizzonia e Britto levam a melhor

A rodada dupla exigiu estratégia única dos pilotos neste domingo. Estava proibido o abastecimento no intervalo entre as duas provas e apenas alguns reparos nos veículos estavam liberados.

iG Minas Gerais | Agência Estado |

Antônio Pizzonia venceu sua segunda corrida em Santa Cruz do Sul
Fernanda Freixosa/Vicar
Antônio Pizzonia venceu sua segunda corrida em Santa Cruz do Sul

Os pilotos Valdeno Brito e Antonio Pizzonia foram os vencedores da inovadora rodada dupla da Stock Car, neste domingo, no circuito de Santa Cruz do Sul (RS). Valdeno levou a primeira, mais longa e com maior distribuição de pontos, enquanto Pizzonia se saiu melhor na segunda prova do dia, conquistando seu primeiro triunfo na categoria.

A primeira corrida, com duração de 40 minutos e valendo 24 pontos, teve largada às 11 horas. A segunda, com 20 minutos e 15 pontos ao vencedor, começou às 12h20. Com 39 pontos em disputa, a rodada dupla movimentou a classificação geral e levou Valdeno para o topo, com 37, mesma pontuação de Sérgio Jimenez.

Marcos Gomes soma 36 pontos, seguido de Cacá Bueno, com 31. Pizzonia apresenta 26, e Daniel Serra, 23. Na sequência vem Tuka Rocha (22), Galid Osman (19) e Ricardo Maurício (17), campeão da temporada passada.

Largando em segundo na primeira disputa do dia, Valdeno saiu mal. Foi superado por Daniel Serra e viu Cacá Buenos abrir distância. Somente na largada, após entrada de safety car na pista na sequência de uma batida envolvendo os carros de Fábio Fogaça e Luciano Burti, é que Valdeno conseguiu se aproximar da dupla.

O caminho se abriu quando Serra teve problemas nos boxes e Valdeno pôde ficar mais perto de Cacá. Em bom ritmo, logo superou o rival. E arriscou na estratégia ao fazer uma parada mais rápida, com menos combustível, para cruzar a linha de chegada em primeiro. A tática, contudo, acabou comprometendo a segunda prova, já que contava com menos combustível no carro.

A segunda corrida do dia contou com grid invertido entre os dez primeiros colocados. Pizzonia largou apenas em 11º e, no pelotão intermediário, contou com um acidente na largada para se aproximar dos primeiros colocados. Assim, emplacou uma sequência de ultrapassagens.

Controlando bem o equilíbrio do carro e o consumo de pneus, o experiente piloto galgou posições até ficar atrás de Rafa Matos, que teve dificuldade para administrar a quantidade de combustível e desistiu da briga pela vitória nas voltas finais. Pizzonia só precisou se manter na pista para garantir a primeira vitória na Stock Car.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave