Liverpool derrota Manchester City e fica perto do título

Gol salvador do brasileiro Philippe Coutinho garantiu triunfo dos Reds, anulando vantagem dos Citizens na briga pela taça

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Liverpool's Philippe Coutinho, centre, celebrates with teammate Steven Gerrard, left, after he scored the third goal of the game for his side during their English Premier League soccer match against Manchester City at Anfield in Liverpool, England, Sunday April. 13, 2014. (AP Photo/Clint Hughes)
Associated Press
Liverpool's Philippe Coutinho, centre, celebrates with teammate Steven Gerrard, left, after he scored the third goal of the game for his side during their English Premier League soccer match against Manchester City at Anfield in Liverpool, England, Sunday April. 13, 2014. (AP Photo/Clint Hughes)

Com gol do brasileiro Philippe Coutinho, o Liverpool obteve grande vitória sobre o Manchester City neste domingo e ficou mais perto do título do Campeonato Inglês. Diante de sua torcida que lotou o Anfield, o Liverpool abriu 2 a 0 no primeiro tempo, cedeu o empate no segundo, mas contou com gol salvador do brasileiro para confirmar a primeira colocação na tabela, com placar de 3 a 2.

A vitória deixou o time mais próximo da conquista porque anulou a vantagem que o City tinha contra o Liverpool por ter dois jogos a menos no campeonato. Agora, mesmo com esta diferença, o time da casa depende apenas de si mesmo para buscar o título e encerrar o jejum de 24 anos.

O Liverpool soma 77 pontos, contra 70. Ou seja, mesmo que o City vença seus jogos extras, ainda ficará atrás do rival. Assim, o time de Manchester terá que torcer por tropeços do líder para seguir com chances de se sagrar campeão. O Chelsea segue em segundo lugar na tabela, com 72 pontos, mais distante do primeiro colocado.

O duelo que era considerado a "final" da competição foi precedido de uma homenagem às vítimas da tragédia do estádio Hillsborough, em 1989. No dia 15, o acidente que causou a morte de 96 pessoas em uma partida do Liverpool contra o Nottingham Forest, pela Copa da Inglaterra, completará 25 anos.

Para lembrar a data, a torcida montou um grande mosaico nas arquibancadas e cantou a tradicional "You'll Never Walk Alone" (Você Nunca Vai Caminhar Sozinho, em tradução livre) antes do minuto de silêncio no gramado. Jogadores das duas equipes entraram em campo com uma tarja preta no braço.

O clima de luto, porém, não resistiu ao apito inicial. Empurrado pela torcida, o Liverpool partiu para cima e massacrou o City no primeiro. Marcou duas vezes, mas poderia ter goleado. O primeiro saiu logo aos 5, quando Suárez dominou na intermediária e deu grande passe para Sturridge, que driblou o goleiro e zagueiro de uma só vez e bateu para o gol vazio.

Depois de desperdiçar três grandes chances, o Liverpool aumentou a vantagem aos 25. Gerrard cobrou escanteio da esquerda e Skrtel cabeceou na primeira trave: 2 a 0. Cambaleante, o City ainda perdeu Yaya Touré, machucado, aos 17.

O massacre, contudo, não resistiu ao intervalo. Os visitantes voltaram a campo com nova postura e passaram a pressionar o Liverpool. Aos 11, Milner tabelou com Fernandinho e cruzou rasteiro para o David Silva só completar para as redes. Motivado pelo gol, o City cresceu em campo e assustou o Liverpool. Aos 17 o mesmo David Silva cruzou na área e Glen Johnson acabou completando contra as próprias redes.

O empate abateu os donos da casa, que passaram a cometer diversos erros no ataque e na defesa. Somente na parte final do segundo tempo o time "voltou" para o jogo. E, aos 32, contou com um vacilo da defesa visitante para sacramentar a vitória. Kompany falhou ao tentar afastar o perigo dentro da área e desviou a bola para os pés de Philippe Coutinho, que finalizou certeiro no canto esquerdo de Hart e anotou o terceiro do Liverpool, selando a vitória.

Leia tudo sobre: liverpoolmanchester cityPhilippe Coutinhoinglesfutebol