Gigante pela própria natureza

Clube alvinegro já levantou duas taças no estádio de Copa; já o time celeste só perdeu dois jogos

iG Minas Gerais | Bruno Trindade / Guilherme Guimarães / Thiago Prata |

Histórico. Na reinauguração do Mineirão, o Cruzeiro venceu o Atlético por 2 a 1
João Miranda - 3.2.2013
Histórico. Na reinauguração do Mineirão, o Cruzeiro venceu o Atlético por 2 a 1

Uma mistura de sabores com tempero bem mineiro vai borbulhar o grande caldeirão da Pampulha hoje. Alguns ingredientes são obrigatórios nesta receita: rivalidade, raça, talento, superação, emoção. Outros vêm para incrementar um clássico que não sai da boca do povo.  

Uma das novidades é justamente o objeto de desejo de Cruzeiro e Atlético, que se enfrentam a partir das 16h, no Mineirão, na finalíssima do Campeonato Mineiro. A taça da centésima edição do Estadual impressiona pelo visual inspirado no troféu do maior torneio interclubes da Europa, a Liga dos Campeões.

Outros fatores marcam o grande encontro dos arquirrivais. Dentre eles, uma curiosidade, a manutenção de uma escrita significa a quebra de um tabu imposto pelo adversário.

Jogando com a vantagem do empate para sagrar-se campeão, o Cruzeiro busca o seu primeiro título no novo Mineirão. Enquanto isso, o Atlético tenta garantir sua terceira conquista em três finais disputadas no grande palco do futebol em Minas Gerais.

A Raposa concretizou o tricampeonato brasileiro em 2013, no Barradão, graças ao triunfo diante do Vitória. Agora tem a chance de, enfim, comemorar um título diante de sua torcida, o que, obrigatoriamente, faria com que o Galo deixasse a nova arena pela primeira vez sem um título.

Em recentes finais, o alvinegro faturou o caneco vencendo o Olimpia-PAR, na Libertadores de 2013, e mesmo perdendo por 2 a 1, exatamente para o rival, levou a taça do Mineiro do ano passado.

Por outro lado, os celestes, desde que o novo Mineirão foi aberto, perderam apenas duas partidas, para São Paulo e Bahia. Além disso, a Raposa venceu todos os clássicos que disputou contra o Galo, sendo dois deles pelo placar de 2 a 1, e um por goleada de 4 a 1.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave