A voz da Massa

iG Minas Gerais |

Saudações alvinegras. Hoje é dia de conhecermos o grande vencedor do centésimo Campeonato Mineiro. E, como tenho dito durante toda a semana, vai dar Galo! Vamos vencer o jogo e comemorar o terceiro título seguido no nosso salão de festas, o Mineirão. Afinal, nos dois campeonatos que já decidimos lá, nós levamos a melhor. Não falo apenas por paixão, mas pela certeza de que o Galo tem mais time. Já provamos isso no primeiro jogo da final, quando, mesmo desfalcados, fomos muito superiores. Hoje, com maestro Ronaldinho, com Victor – o melhor goleiro do Brasil – e com Guilherme, o craque que vem arrebentando no time, temos tudo para selar o tri na nossa segunda casa. Mas, independente do que aconteça dentro de campo, que do lado de fora, o bom senso e a paz reinem acima de tudo. Lembremo-nos de que somos rivais e nunca inimigos. Galo!

A voz Celeste Hoje é um dia especial para o torcedor celeste. Logo cedo, no Mineirinho, o Sada Cruzeiro, campeão mundial, vai decidir a Superliga de vôlei masculino contra o Sesi. Um jogo duro, mas temos um time melhor e grande chance de conquistar mais um titulo. Vários amigos já ficarão direto na região da Pampulha para o clássico, às 16h, no qual vamos enfrentar o nosso maior rival, na nossa casa, decidindo o título do Campeonato Mineiro. A competição é aquela que todo mundo fala mal, mas ninguém quer perder, principalmente porque o título nos dá moral para o restante da temporada, que não vai ser nada fácil. Em condições normais, não perdemos esse título. Acontece que o futebol é emocionante, porque é o único esporte no qual o mais fraco pode vencer o mais forte. Todo cuidado é pouco, vamos buscar mais um Mineiro. Nos encontramos no Mineirão.

Avacoelhada André, Pablo, Júnior Negão, Diney e Mancini, por enquanto, são as novidades oficiais da equipe americana para a Série B. Pablo deve disputar a lateral direita com Elsinho. No lado esquerdo, Gilson e Carlos Renato. Lula, Vitor Hugo, André e Renato Santos são as principais opções de zagueiros. Lucena deixou a desejar, e Heitor nem foi escalado. Andrei, Diego, China, Júnior Lemos, Caballero, Doriva, Guerreiro e Magrão são os volantes disponíveis. Júnior Lemos tem potencial para jogar mais avançado, na função de articulador. Tchô, Willians, Elvis, Diney e Mancini vão ser os meias de ligação. Henrique, Ricardinho, Obina e Júnior Negão são os atacantes. A fim de reforçar o grupo para o Brasileirão, ainda falta um zagueiro, um armador e um segundo atacante velocista. Anderson e Kaio perderam espaço para contratados que nada acrescentaram.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave