Minimal para todos

Com lançamento em parceria com a C&A, Francisco Costa torna seu minimalismo mais acessível. Pandora falou com o estilista

iG Minas Gerais | Deborah Couto e Silva |

Divulgação
undefined

Se há uma mineirice transparente no estilista Francisco Costa, o poderoso diretor criativo da Calvin Klein Collection, é a discrição. Nascido em Guarani, Francisco mantém a elegância tanto na atitude quanto em suas criações. Foi ele o responsável pela reviravolta minimalista da Calvin Klein Collection que, sob a sua batuta, caiu nas graças de starlets hollywoodianas e tornou-se uma das mais poderosas e elegantes grifes de luxo do mundo com um estilo bem particular, livre de excessos Voltando às origens, Costa acaba de lançar uma coleção para a C&A. A inspiração foi a Vila Madalena, colorido e boêmio bairro de São Paulo. Suas criações para a gigante do fast-fashion homenageiam o Brasil nas cores (verde e amarelo) e design e são caracterizadas pelo estilista pela “modelagem e seleção de tecidos de alto nível, e roupas versáteis, bem simples, mas de uma vida bem longa”. De fato, seu gosto pela limpeza faz com que suas peças sejam atemporais, tornando as criações para a C&A verdadeiros achados que misturam qualidade e preço acessível. Francisco falou ao Pandora sobre a nova empreitada, seu minimalismo característico e o gosto brasileiro. Quem assina a entrevista é a conterrânea do estilista, nossa editora Natália D’Ornellas. Sua linha para a C&A inclui seda e algodão puro por preços que vão até R$ 299. Como você conseguiu manter preços tão baixos usando materiais nobres? Passamos um longo tempo trabalhando com a C&A em busca dos tecidos certos para a coleção. Toda a coleção é linda e desejável, mas você acredita que a mulher brasileira compreende a estética minimalista da Calvin Klein? Acredito. Essa sensibilidade é o que elas estavam esperando e o que entregaremos com a coleção da C&A. Em sua entrevista para a “Folha de S. Paulo”, você fala sobre o uso de materiais de alto nível como forma de evitar cópias. Você acredita que a moda funcionará assim no futuro? Para a Calvin Klein Collection, nós desenvolvemos e projetamos tecidos especiais para enobrecer a coleção, o que evita as cópias. Uma vez você me disse que tem um maximalista dentro de si. O que você mantém aí quieto? Como você concilia o Francisco que ama Carnaval e já fez até fantasias para escolas de samba com o designer minimalista e refinado da Calvin Klein Collection? É tudo sobre encontrar um equilíbrio entre os dois lados – tem hora e lugar para tudo. Por exemplo, para minhas coleções de passarela prefiro usar uma paleta de cores neutras; mas para o red carpet gosto de explorar tons mais impactantes. Há alguma chance de você visitar Belo Horizonte? #mineirossentemsaudades Claro, na minha próxima viagem ao Brasil. (Natália D’Ornellas) 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave