Maturidade cresce após convocações

A experiência adquirida na seleção será um fator a mais para um jogo que promete ser equilibrado e de alto nível

iG Minas Gerais | daniel ottoni |

Experiência. Central Sidão, do Sesi-SP, é um veterano da seleção brasileira do técnico Bernardinho
Uarlen Valério
Experiência. Central Sidão, do Sesi-SP, é um veterano da seleção brasileira do técnico Bernardinho

Enquanto alguns jogadores já acumulam vários anos de seleção brasileira, outros apenas iniciam sua trajetória em uma das equipes mais fortes do planeta.

O jovem Lucarelli, por exemplo, não sentiu o peso da camisa logo nas primeiras convocações, mostrando sua condição de ajudar o time no momento em que for chamado. Outro que pode ser considerado um novato no time de Bernardinho é o central Isac, do Sada Cruzeiro, que teve os primeiros chamados somente no ano passado.

Ao contrário deles, outros atletas já possuem uma bagagem mais longa com a seleção.

É o caso do oposto Wallace, que tem somado seguidos chamados de Bernardinho para competições do nível de Olimpíadas e Liga Mundial, assim como o central Éder, o líbero Serginho e o central Lucão.

A experiência adquirida na seleção será um fator a mais para um jogo que promete ser equilibrado e de alto nível.

“A cada ano que passa, todos nós vamos ganhando maturidade e, no meu caso, ganhei uma bagagem nacional e internacional importante no ano passado, com a seleção. Com certeza, chego mais experiente nessa final”, comemora Wallace.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave