Copiloto de avião desaparecido tentou usar celular

Segundo jornal malaio, um dos tripulantes tentou fazer contato a 200 milhas náuticas do da costa do estado de Penang

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Kuala Lumpur, Malásia. Investigadores do desaparecimento do voo MH370 da Malaysia Airlines suspeitam que o copiloto da aeronave tentou fazer uma ligação com seu celular depois que o avião foi desviado da rota, disse nesse sábado o jornal malaio “New Straits Times”, citando fontes não identificadas. A tentativa de ligação do copiloto Fariq Abdul Hamid teria sido registrada por uma torre de celular enquanto o avião estava a cerca de 200 milhas náuticas a nordeste da costa do Estado de Penang. A região foi o último local em que o radar fez contato com o Boeing, em 8 de março. Os sinais que poderiam estar vindo da caixa preta do avião estão “sumindo rapidamente”. Sendo assim, encontrar o equipamento será uma “tarefa gigantesca”. Estas constatações foram feitas nesse sábado, pelo primeiro-ministro da Austrália, Tony Abbott, informa a BBC News.

Leia tudo sobre: MalasiaaviaosumidodesaparecidoAcidente aéreo