Foragido da Justiça faz ex-namorada refém e arranca unhas com alicate

Inconformado com o término do namoro, homem fugiu de Brasília e veio para a casa da adolescente de 17 anos; ele também agrediu a avó da garota

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

LESÃO CORPORAL, AUTOR PRESO - Betim
As informações ora disponibilizadas são de ocorrências em andamento, de caráter precário e preliminar, .
S 12:39, 12/04/2014

Ch.3823721 12/04 10h04

Militares do 33ºBPM estiveram na rua Nações Unidas, 135, bairro Alto Boa Vista, Betim, onde uma mulher e sua filha adolescente foram agredidas pelo ex-namorado da menor. Jovem foi feita refém pelo agente. Os PMs lograram êxito na libertação da jovem e prisão do autor, o qual após averiguação, foi constatado possuir mandado de prisão em aberto em seu desfavor da cidade de Brasília / DF. Policiais socorreram as vítimas para a UAI Sete de Setembro. Em andamento na sede da 268ª Companhia PM.
Voltar
João Lêus
LESÃO CORPORAL, AUTOR PRESO - Betim As informações ora disponibilizadas são de ocorrências em andamento, de caráter precário e preliminar, . S 12:39, 12/04/2014 Ch.3823721 12/04 10h04 Militares do 33ºBPM estiveram na rua Nações Unidas, 135, bairro Alto Boa Vista, Betim, onde uma mulher e sua filha adolescente foram agredidas pelo ex-namorado da menor. Jovem foi feita refém pelo agente. Os PMs lograram êxito na libertação da jovem e prisão do autor, o qual após averiguação, foi constatado possuir mandado de prisão em aberto em seu desfavor da cidade de Brasília / DF. Policiais socorreram as vítimas para a UAI Sete de Setembro. Em andamento na sede da 268ª Companhia PM. Voltar

Um foragido da Justiça de 22 anos foi preso neste sábado (12) após torturar, agredir e manter como refém a ex-namorada de 17 anos, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. Inconformado com o fim do relacionamento, o agressor também espancou a avó da menor por ela não concordar com o namoro do casal.

Segundo o cabo Marcelo, da 268ª Companhia do 33º Batalhão da Polícia Militar, Junnyskleidson da Penha Lima, de 22 anos, tinha acabado de chegar de Brasília, onde possui um mandado de prisão por roubo, e, logo em seguida, se dirigiu para a casa da avó da adolescente.

“Ele pulou o muro e se deparou com a avó da menor no quintal. Começou a espancá-la e, depois, subiu para o segundo andar da casa. Lá, ele ameaçou a adolescente de morte com uma faca, a agrediu fisicamente, arrancou duas unhas dela com um alicate, a cortou e a manteve em cárcere privado”, explicou.

Com o rosto repleto de hematomas causados pelos socos do suspeito, a avó da adolescente saiu correndo para a rua e pediu ajuda aos seus vizinhos, que se aglomeraram na porta da casa e acionaram a polícia. Assim que uma viatura chegou ao local, passou a negociar com o suspeito, que acabou liberando a refém e sendo preso após algum tempo.

Bonni e Clyde

Conforme o cabo Marcelo, o suspeito cometeu 16 assaltos à hotéis em Brasília. Além disso, a menor disse que Junnyskleidson é usuário de drogas e confessou que participava dos assaltos com o ex-namorado na capital do país, sendo que lá eles seriam conhecidos como "Bonnie e Clyde".

“Ele ameaçava me matar se eu não o acompanhasse, mas eu não fazia nada. Há oito meses estamos juntos, mas, há quatro meses ele começou a ficar agressivo. Já tentei terminar várias vezes, mas ele não aceita. Não gosto dele mais. Espero que fique na cadeia”, disse a adolescente.

Leia tudo sobre: torturaagrideespanca avóadolescentebetim