Galo tenta manter uma escrita e quebrar um tabu no novo Mineirão

Nas duas vezes em que chegou a finais na nova arena, time alvinegro fez festa; apesar disto, equipe nunca venceu o rival no Gigante desde a reabertura do estádio

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

Atleticanos se preparam para clássico que pode garantir o tricampeonato mineiro
Site oficial/Divulgação
Atleticanos se preparam para clássico que pode garantir o tricampeonato mineiro

Ciente de que Cruzeiro possui a vantagem do empate para sagrar-se campeão mineiro, os jogadores do Atlético pregam a superação para obter o tricampeonato estadual e, de quebra, manter uma escrita. O Galo obteve os títulos que decidiu no Mineirão, após a reabertura do Gigante da Pampulha visando à Copa do Mundo.

Nas duas vezes em que chegou a finais na nova arena, o time alvinegro fez festa. A primeira foi no dia 19 de maio de 2013. A derrota por 2 a 1, diante da Raposa, rendeu a taça de campeão mineiro ao Galo, que podia até perder por dois gols de diferença, por ter vencido o duelo de ida por 3 a 0, no Independência.

A segunda se deu na madrugada de 25 de julho do ano passado, contra o Olimpia, pela decisão da Libertadores - o jogo começou na noite de 24 de julho, mas só terminou no dia seguinte. O Atlético venceu os paraguaios no tempo normal, por 2 a 0, e nos pênaltis, por 4 a 3, pela decisão da Libertadores.

Por outro lado, o alvinegro precisa superar um tabu para faturar seu terceiro caneco no novo Mineirão: desde que o estádio foi reaberto, o Cruzeiro venceu todos os clássicos que disputou, sendo dois deles pelo placar de 2 a 1, e um por goleada de 4 a 1.

"Vamos batalhar. Tivemos a a oportunidade de sermos campeões da Libertadores e do Mineiro no ano passado lá. Assim como nós, o Cruzeiro está vivendo um momento maravilhoso. É um jogo bom, entre duas grandes equipes, que vêm apresentando o melhor futebol do Brasil, assim como o Grêmio. Esperamos estar numa tarde feliz para tentar conseguir o título", enfatizou o volante Pierre.

O atacante Jô também esbanja otimismo para abocanhar mais um título, diante de maioria cruzeirense. Apenas 10% dos ingressos serão destinados a torcedores atleticanos.

"No ano passado conquistamos o titulo mineiro no Mineirão, com a maior parte da torcida deles (Cruzeiro). É ter tranquilidade, pois será jogo duro. Não tem favorito. Quem jogar melhor, correr mais e se concentrar mais, vai sair com o título", disse.

O Galo terá dois dias de preparação para o confronto. Durante este tempo, descanso e empenho máximo nos treinamentos serão cruciais, como ressalta o zagueiro Leonardo Silva.

"Estamos trabalhando para sermos campeões. Esse é nosso objetivo. Queremos vencer para fechar bem o Campeonato Mineiro. Temos de fazer aquilo que o Paulo (Autuori) pede para no final sairmos vencedores", comentou.

Leia tudo sobre: futebol nacionalatléticogalocampeonato mineirotabunovo mineirão