Ronda nas ruas agora conta com reforço do setor administrativo

Medida é reação a aumento de 40% nos assassinatos na cidade

iG Minas Gerais | bernardo miranda |

Reunião. Participaram do anúncio o secretário Rômulo Ferraz e o comandante da PM, Márcio Sant’Ana
LÍVIA MACHADO/DIVULGAÇÃO
Reunião. Participaram do anúncio o secretário Rômulo Ferraz e o comandante da PM, Márcio Sant’Ana

Seguindo o modelo implantado em Belo Horizonte, o policiamento nas ruas da cidade de Juiz de Fora, na Zona da Mata, será reforçado com os militares que atuavam exclusivamente no setor administrativo entrando na escala de ronda. Com isso, a cidade vai contar com um reforço de 200 policiais nas ruas. Além do aumento no efetivo, haverá um incremento de 20 viaturas na frota da cidade. A ação lançada nessa sexta recebeu o nome de Polígono Vermelho.

O reforço no policiamento é uma tentativa de conter a alta da criminalidade na cidade. O número de assassinatos em Juiz de Fora cresceu 40% nos dois primeiros meses deste ano em comparação com o mesmo período de 2013. Em janeiro e fevereiro de 2014, foram 28 assassinatos contra 20 do ano anterior. Levando em consideração todos os crimes violentos (roubo, sequestro, estupro, homicídio e suas tentativas), a alta foi de 10% no mesmo período, índice igual ao do aumento dos roubos. O comandante geral da Polícia Militar em Minas, coronel Márcio Martins Sant’Ana, admitiu preocupação com a alta da violência na Zona da Mata. “A criminalidade violenta em Juiz de Fora, se comparada com a de outros municípios, é relativamente baixa. Mas como em segurança pública temos que comparar um município com ele mesmo, vimos que a situação tem se agravado. Esse é um esforço para reverter esse quadro”, afirmou. Administrativo. O secretário de Estado de Defesa Social, Rômulo Ferraz, destacou que os serviços administrativos agora ficarão a cargo de civis aprovados em concurso público. “O lançamento desse contingente policial que agora vai para as ruas vai melhorar os números e aumentar a sensação de segurança”, frisou. O secretário voltou a destacar ações como a Delegacia Virtual, que busca viabilizar o registro de ocorrências mais simples pela internet, como uma das ações para reduzir o tempo de espera dos policiais militares na finalização do flagrante em delegacias da Polícia Civil, fazendo com que eles voltem mais rapidamente para a rua. Inicialmente, o reforço será feito somente na área central e na região Sul de Juiz de Fora. Mas, se for identificada a necessidade de ampliar os locais de atuação, isso poderá ser feito. A ação ocorre por tempo indeterminado. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave