“Luiza Magalhães”

iG Minas Gerais |

“Minha carreira está muito bem e minha vida amorosa, ótima! Não posso reclamar.” Luiza Brunet
Leca Novo/divulgação
“Minha carreira está muito bem e minha vida amorosa, ótima! Não posso reclamar.” Luiza Brunet

No backstage de um dos desfiles mais disputados do Minas Trend, o da Mabel Magalhães, dia 7, batemos um papo com a convidada especial, Luiza Brunet, ao lado da diretora executiva da marca, Cláudia Magalhães, e do estilista Daniel Corrêa. Noite superbacana, que reuniu gente que fez história, como a “velha guarda” do Grupo Mineiro de Moda.

Luiza, como anda a vida? Luiza: Paulinho, a gente se conhece há quanto tempo? Posso contar? Há mais de 30 anos! (risos). Você era um menino, em Búzios, quando compartilhávamos o deque da casa do amigo Heitor, na praia de Geribá. Tem ido lá? Eu não tenho, mas amo Búzios. E você ama também a mineira Mabel Magalhães. Luiza: Sou apaixonada por esta marca e, desde que a conheci, passei a usá-la. Eu amo também as meninas (herdeiras da fundadora, a saudosa Mabel Magalhães). Acho que a Mabel construiu uma bela estrutura para que suas filhas continuassem, com muita fibra. Elas são incríveis no que fazem. Há quanto tempo você é parceria da grife? Luiza:Mais de três anos. Já fizemos catálogos, eventos. Nossa relação, além da Mabel, é supersólida, viramos amigas mesmo. Está namorando? Sem amor e carinho não existe jeitinho? O grande lance é fazer romance, se o broto der chance, porém sem fazer neném? Luiza: Sim (risos), estou apaixonada (pelo empresário Lírio Parisotto). Romance? Lógico! Neném? Se desse, até que eu faria. Profissionalmente, o que tem feito? Luiza: Lancei um perfume maravilhoso, agora, com a Avon. E estou lançando outros produtos. Minha carreira está muito bem e minha vida amorosa, ótima! Não posso reclamar. Você que mora na praia e vem aqui nos visitar, como vê a mulher mineira? Luiza:Acho a mulher mineira muito diferenciada. Ela tem poder aquisitivo, é bem informada, sabe das coisas, gosta do que é bom, é exigente e feminina, atributos que a tornam interessante mundialmente. Cláudia, que mulher a Mabel Magalhães veste hoje? De Luzia Brunet a quem? Cláudia:Da Luiza até uma menina de 15 anos, como a minha filha. Cris Guerra, que é mais moderna, e todo tipo de mulher elegante. São quantos anos da marca? Cláudia: 35 anos. Quando comecei a trabalhar com a mamãe, eu era novinha. Há dez anos, ela faleceu. Sempre buscamos uma oportunidade para fazer um desfile. Desta vez, encontramos e acho que fizemos um bom trabalho, com muita garra.

Daniel, qual o tema do verão 2015 da Mabel Magalhães? Daniel:A coleção é uma homenagem à carreira da Mabel. Pegamos referências de toda a trajetória dela, do Grupo Mineiro de Moda. O foco é alfaiataria, que era o forte da Mabel, e introduzimos os bordados, o forte que a marca apresenta hoje. E o que evoluiu neste tempo na marca e na moda feita em Minas? Cláudia: Acho que evoluiu o estilo. Tentamos manter a marca contemporânea, moderna. E o esforço mesmo, de estar lá todo dia, no chão de fábrica, trabalhando com a equipe.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave