Harley-Davidson tem a melhor de três

Marca norte-americana oferece muito conforto e um visual diferente com o triciclo Tri Glide

iG Minas Gerais | Carlo Valente |

Na frente, o farol é novo, com luzes diurnas, além das unidades de neblina nas laterais
Harley-Davidson/Divulgação
Na frente, o farol é novo, com luzes diurnas, além das unidades de neblina nas laterais

Mesmo entre as marcas tradicionalistas, seja de automóveis ou motocicletas, é preciso inovar. E foi isso que a Harley-Davidson fez ao criar um triciclo batizado de Tri Glide, em 2008. Agora, o mais novo veículo de três rodas da marca norte-americana arruma as malas para desembarcar no Brasil. A histórica fabricante ainda não confirmou a data específica, mas até o final do ano deve aparecer nas concessionárias nacionais.

Para dar suporte ao veículo de três rodas, a Harley-Davidson promoveu algumas modificações. O chassi tubular é novo e visa dar maior rigidez à motocicleta em mudanças de direção e também suportar o peso de 551 kg – em ordem de marcha. O conjunto ainda conta com freios de duplo disco com seis pistões na roda dianteira de 16 polegadas, calçadas com pneus 180/65 e pinças da renomada marca Brembo. Atrás, o pneus 205/65 envolvem as rodas de 15 polegadas.

Na parte mecânica, o triciclo utiliza o mesmo propulsor Twin Cooled Twin Cam 103 da clássica Electra Glide Ultra. Os dois cilindros dispostos em “V” de 1.690 cm³ tiveram o cabeçote refeito, que passa a usar um sistema de refrigeração dupla, com arrefecimento líquido para o cabeçote e a ar para o bloco. O torque é de 14,4 kgfm a 3.250 rpm. A transmissão é de seis velocidades.

A fabricante norte-americana equipou o Tri Glide com algumas comodidades. A começar pelo assento em dois níveis com encosto para as costas do passageiro. Há também plataforma integral para os pés e o porta-malas leva dois capacetes. O triciclo ainda vem com piloto automático, tela de 6,5 polegadas com sistema de navegação, Bluetooth e comando de voz.

Por toda a comodidade e por levar a logo da Harley-Davidson, ela custa, na Europa,  36,8 mil euros – cerca de R$ 111,5 mil. O preço no Brasil não está definido.

Impressões

O barulho da Tri Glide não é invasivo no trânsito. Com um escapamento normal, o som do propulsor de 1.690 cc não se identifica com o “ronco” clássico de uma Harley-Davidson. As mudanças de marcha são harmoniosas e o poder de manobrabilidade e de frenagem são excelentes – apesar dos 551 kg.

Leia tudo sobre: mototricicloHarley-DavidsonTri Glide