Ex-diretor da Petrobras é suspeito de intermediar repasse de dinheiro

Documentos encontrados na casa de Paulo Roberto Costa aponta que ele repassava verba de empreiteiras para políticos

iG Minas Gerais |

A Polícia Federal suspeita que o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa intermediava o repasse de dinheiro de empreiteiras para políticos. A suspeita surgiu após a apreensão de documentos na casa de Costa.

Um dos documento apresenta uma tabela feita a mão, onde aparece colunas com nome da empresa, executivo e solução, segundo a Folha de São Paulo.

O ex-diretor da Petrobras foi detido na Operação Lava Jato que investiga uma organização criminosa suspeita de movimentar mais de R$ 10 bilhões com câmbio ilegal, lavagem de dinheiro, tráfico de drogas, exploração e comércio ilegal de diamantes, corrupção de agentes públicos e outros crimes.

A operação foi chamada Lava Jato por causa do uso de postos de combustíveis e de uma rede de lavanderias para a lavagem de dinheiro.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave