Música da banda Red Hot Chili Peppers foi utilizada como tortura

A informação só foi revelada depois do comitê anti-tortura do senado americano ter aprovado a divulgação de um relatório sobre os procedimentos tomados na base

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Red Hot Chili Peppers e Yeah Yeah Yeahs se apresentam em BH em novembro
Divulgação
Red Hot Chili Peppers e Yeah Yeah Yeahs se apresentam em BH em novembro

A rede de televisão 'Al Jazeera' divulgou, nesta sexta-feira (11), que uma música da banda Red Hot Chili Peppers foi usada em Guantánamo, base americana em Cuba, como técnica de tortura para obter informações de prisioneiros.

A fonte, segundo os jornalistas, é um interrogador da prisão. Sem se identificar, o homem afirmou que a técnica foi utilizada também pela CIA durante o governo de George W. Bush. 

A informação só foi revelada depois do comitê anti-tortura do senado americano ter aprovado a divulgação de um relatório, com mais de 6 mil páginas, sobre os procedimentos tomados na base em interrogatórios. 

Desde que assumiu a presidência norte-americana, Barack Obama prometeu fechar a prisão militar, onde os prisioneiros não têm privilégios previstos na Convenção de Genebra. Depois de denúncias de tortura e abusos, as Nações Unidas pediram, em 2006, o fechamento do centro de detenção. Mas o Congresso norte-americano não aprovou até hoje o fim da prisão.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave