Uma história baseada em solidariedade e atitudes

Por meio de um sonho, Bruno Lopes colocou em prática o projeto da ONGAF que visa beneficiar a comunidade da Ressaca; casa de recuperação está nos planos para 2015

iG Minas Gerais |

Projeto.  O jovem Bruno Lopes é idealizador da ONG Ação e Futuro e se dedica a ajudar as pessoas da comunidade do Ressaca e região
GUSTAVO BAXTER
Projeto. O jovem Bruno Lopes é idealizador da ONG Ação e Futuro e se dedica a ajudar as pessoas da comunidade do Ressaca e região

“Fazer o bem sem olhar a quem”. Baseado nessa máxima que se deu início a trajetória de Bruno Lopes, um jovem que abriu mão de muita coisa em sua vida para ajudar o próximo. Com uma história de vida sofrida e cheia de momentos de dificuldades, Bruno não se intimidou. Sonhador, ele se dedica aos projetos de ajudar as pessoas. Em maio de 2012, a ONG Ação e Futuro foi criada em prol da inclusão social da criança e do adolescente por meio do esporte, lazer e da educação. Porém, a ideia acabou sendo ampliada e o intuito passou a ser de beneficiar a população da região da Ressaca. Atualmente, localizada no bairro Novo Progresso, a ONG já ajudou centenas de pessoas. “Estamos bem-localizados, e muitas pessoas nos procuram. Tentamos ajudar todos, cada um com sua dificuldade”, revela Bruno. Trajetória Sempre engajado com o trabalho social, Bruno Lopes desde os 18 anos está ligado a grupos sociais. “Minha vontade é trabalhar ajudando as pessoas. Então, em 2010, eu tive a ideia de criar a Ongaf, que se concretizou dois anos após”. Segundo ele, toda a diretoria da Ação e Futuro é formada por familiares e amigos. “Meus sonhos eram alvo das conversas com meus amigos e familiares, logo eles abraçaram minha causa e vieram me ajudar. Hoje, toda a diretoria da ONG é formada por pessoas que se identificam com meu projeto e me ajudam para manter o projeto”, conta. De lá pra cá, muita coisa mudou. No começo Bruno ajudava de forma considerada simples. “Muletas, marmitex, uma ida ao hospital, marcação de cirurgias. Pra mim era muito pouco, mas para quem recebe é uma ajuda sem tamanho”, afirma com alegria, ao relembrar os primeiros passos. Conquista No mês de abril uma nova parceria foi firmada entre a Ongaf e o programa Escola aberta Caic/Laguna. Dentro dessa parceria os moradores interessados em participar das atividades disponíveis são encaminhados para a escola. Dentre as atividades estão aulas de artesanato, aula de violão, escolinha de futebol, aula de dança corporal, aulas de violão, aulas de teatro, entre outras. Cristão, Bruno ressalta que ajudar as pessoas é uma forma de agradecimento a Deus. “O projeto me ajudou também. Minha história de vida é exemplo”. Ele reforça ainda que é realizado profissionalmente. “Se eu pudesse viver apenas do projeto, eu faria. E creio que um dia ainda poderei me dedicar 100% a ONG. Deus colocou isso na minha vida para me ajudar e logo para que eu ajude outras pessoas. Costumo dizer que eu sou a ONG, e a ONG sou eu”. Emocionado, o jovem conta que a maior recompensa é encontrar com as pessoas que passaram pela ONG e ver que, de alguma forma, a vida delas foi transformada. “É muito bom saber que ajudamos alguém. É nossa maior alegria. Saber que tivemos condições de ajudar é gratificante , pois hoje em dia falta amor ao próximo e nós temos esse amor”. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave