Recompensa em forma de justiça e vingança

Cauã Reymond protagoniza nova série da Globo, que estreia hoje à noite

iG Minas Gerais |

Produção global também vai abusar das cenas de sexo e nudez
TV Globo/Divulgação
Produção global também vai abusar das cenas de sexo e nudez

São Paulo. Na esteira dos sucessos dos seriados norte-americanos, estreia hoje, na Globo, “O Caçador”, a nova série policial da emissora. Cauã Reymond vive André, um ex-policial que, traído e acusado de um crime que não cometeu, acaba preso injustamente.

Depois de três anos, já em liberdade, ele resolve tentar provar a sua inocência. André vira, então, um caçador de recompensas, que captura criminosos por dinheiro. “O grande mistério gira em torno de quem foi o traidor, o cara que armou a emboscada para ele. Na cadeia, vai repensar toda a sua vida e planejar como se livrar das ameaças”, conta o ator.

Uma dessas ameaças, porém, será o próprio irmão do protagonista, Alexandre (Alejandro Claveaux), um delegado que usa seu poder para prejudicá-lo. “Ele sempre suspeita da relação entre André e a sua mulher, Kátia (Cleo Pires)”, conta Claveaux. “A série vai ter cenas fortes, vai pegar fogo”, diz Reymond, referindo-se às sequências de sexo.

A ousadia, inclusive, é um dos tons da produção, que abusa das sequências sensuais, com cenas de sexo e também nudez dos personagens de Cauã Reymond, Cleo Pires e também de Nanda Costa, que interpreta Marinalva.

Como caçador de recompensas, André conhece Marinalva, uma ex-garota de programa, hoje religiosa, que sabe muito de seu passado. “O problema é que ela não vai querer rememorar esse passado”, conclui Nanda.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave