Dirigente libera sexo para atletas mexicanos na Copa, menos entre eles

Declaração foi concedida por Ricardo Peláez, que brincou com as 'restrições' aos jogadores no Brasil

iG Minas Gerais | Da Redação |

Chicharito comemora com De Nigris o gol da vitória mexicana
Associated Press
Chicharito comemora com De Nigris o gol da vitória mexicana

Os jogadores mexicanos tiveram o que comemorar nesta quinta-feira, após a declaração do dirigente Ricardo Peláez. Diretor adjunto da Federação Mexicana de Futebol, o ex-atacante da seleção do México comentou que os adversários do Brasil na primeira fase da Copa do Mundo não terão restrições para manter relações sexuais durante a competição. 

"Não há nada a ser escondido, (o sexo) é parte da vida. Enquanto for feito com moderação, não haverá problema", disse Peláez. 

Em seguida, em tom de brincadeira, ele completou a declaração. 

"Desde que não seja entre eles", concluiu. 

Ricardo Peláez disse que vários atletas poderão viajar para o Brasil com as suas esposas ou namoradas e ficar com elas no tempo live. Lembrando que os mexicanos enfrentarão os brasileiros no dia 17 de junho, em Fortaleza. 

Leia tudo sobre: Ricardo PeláezCopa do MundofutebolBrasilSexobrincadeira